Além dos vários problemas econômicos, políticos e institucionais, que assolam o clube desde 2019, o Cruzeiro vive péssimo momento dentro de campo.

A derrota por 1 a 0 para o Remo, nessa terça-feira (20), no Baenão, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, fez com que a Raposa entrasse na zona de rebaixamento da competição.

Após o confronto em Belém, o atacante Rafael Sóbis e o volante Rômulo concederam entrevista coletiva e abordaram sobre a delicada situação da equipe celeste.

De cara, Sóbis fez questão de defender o técnico Mozart, pressionado pela sequência de sete jogos sem vitória no Brasileiro.

"A situação está muito clara, é difícil por “n” motivos, mas nós, jogadores, temos que assumir nossa responsabilidade. Não adianta ficar trocando, já foi assim em outros anos e nada mudou. A gente tem que ter um caminho, todo mundo olhar para o mesmo objetivo e tentar crescer dentro da competição", disse o atacante.

O experiente jogador ainda elogiou a índole do atual comandante da Raposa e fez o mea culpa em nome do elenco.

"O nosso treinador trabalha, um cara muito honesto – nós já tivemos muitos problemas com pessoas que não eram honestas no dia a dia, hoje temos um cara que não tem culpa alguma. A culpa é dos jogadores".

Em seguida, o atacante se dirigiu ao torcedor do Cruzeiro.

“Falar ao torcedor, do fundo do coração, que todo mundo está tentando fazer de tudo, em todas as partes (do clube). Não fiquem escutando pessoas que não querem o bem do Cruzeiro. E eu falo de forma geral, porque temos muitas pessoas que hoje opinam e não acham importante o Cruzeiro vencer”.

Rômulo

No mesmo tom de Sóbis, especialmente na defesa de Mozart, Rômulo também garantiu empenho total do grupo de jogadores para tentar reverter o cenário da Raposa na Série B.

“A gente se uniu dois dias atrás, foi uma coisa que marcou a minha carreira. Colocamos tudo na mesa, que o empenho tem que ser maior, tem que suar, a gente precisa dar a vida. Se precisar sair sem dente por colocar a cara na ponta da chuteira do adversário, a gente tem que fazer. Justamente para minimizar todos os problemas”.

Com 11 pontos, na 17ª colocação na tabela, o Cruzeiro vai buscar a reabilitação na Série B no próximo sábado, quando vai enfrentar o Vila Nova, às 16h30, no estádio OBA, em Goiânia.