Figurar como opção no elenco do líder do Campeonato Brasileiro aos 16 anos não é para qualquer um. Considerado uma das grandes joias do Atlético, o atacante Savinho sabe bem do tamanho do feito alcançado por ele; o que há pouco tempo era o maior sonho da vida, hoje é realidade.

Entrevistado desta sexta-feira (27) na Cidade do Galo, o prata da casa foi perguntado sobre esta grande chance recebida com o técnico Jorge Sampaoli.

“Estou muito feliz por estar aqui no profissional, com apenas 16 anos. Tenho que agradecer a Deus e à minha família que está me ajudando. Tenho que trabalhar muito, com os pés no chão e muita humildade. Fico feliz por, tão novo, estar atuando no profissional”, destacou Savinho.

“Nove meses atrás, eu estava na roça, capinando. Entre esses nove meses, coloquei metas para estar no profissional e, hoje, estou aqui, com apenas 16 anos, jogando o Campeonato Brasileiro. Quando eu era pequeno, ficava na roça, aí, fui para Vitória, comecei a jogar futebol de areia e o cara me achou. A roça é lá no Espírito Santo, em São Mateus, Nativo”, acrescentou.

Curado da Covid-19, Sávio também rasgou elogios ao trabalho do técnico Jorge Sampaoli e agradeceu a confiança da comissão técnica por tê-lo escalado como titular na partida contra o Goiás.

“O Sampaoli é um técnico muito bem, vem ajudando todo mundo da equipe e estou feliz por estar trabalhando com ele”, disse.

“Foi um sonho realizado. Tenho que agradecer à comissão, que acreditou no meu trabalho, e também aos meus companheiros, que também acreditaram em mim e me deram muita força para estrear naquele jogo”, finalizou.