O técnico Jorge Sampaoli, entrevistado após a derrota por 3 a 1 para o Santos, nesta quarta-feira (9), não quis se alongar quando perguntado sobre os erros da equipe na Vila Belmiro. O treinador argentino limitou-se a dizer que os gols do ex-clube saíram porque o Galo "marcou mal".

Sobre as chances desperdiçadas antes da expulsão do goleiro Rafael e do  primeiro gol santista, o comandante do alvinegro de Minas Gerais disse que é um dos quesitos que estão sendo aprimorados durantes os treinamentos e destacou o fato de jogar com um a menos durante grande parte do jogo.

"Estamos buscando nos treinamentos melhorar as finalizações. Nos 15 minutos de jogo criamos sete situações claras. Depois, ficamos com um jogador a menos contra uma equipe que explora muito bem a velocidade. Buscamos, insistimos, mas não tivemos a felicidade para levar pontos", destacou.

Leia mais:
Em noite de 'cuca quente', Atlético perde para desfalcado Santos e tem problemas para domingo
Além do jogo na Vila, Atlético perde técnico, goleiro e volante para duelo contra o RB Bragantino
Atlético 39 x 39 Santos: retrospecto é empatado na Vila Belmiro e Peixe vira em gols marcados
Com expulsão de Rafael e falha de Victor em gol, Everson pode estrear pelo Atlético já no domingo

"A jogada de Rafael me parece que vai para o lado e não era para expulsão. Jogar com um jogador a menos neste lugar, como fizemos, é difícil. Não abaixamos a cabeça e fomos buscar. Fizemos uma partida superior ao rival, inclusive. Mas não concretizamos em vitória. Jogar com um jogador a menos, depois de menos de 72 horas de um último jogo é complicado. Fizemos o que podíamos e o que não podíamos, mas não conseguimos ganhar", finalizou.

No próximo domingo (13), o Atlético volta a campo e encara o Red Bull Bragantino em BH. Como levou o terceiro cartão amarelo, o argentino não poderá estar no Gigante da Pampulha. O time deve ser comandado pelo auxiliar Jose Desio.