O empate por 2 a 2 com o RedBull Bragantino, que antes da partida seria considerado ruim para o Atlético, acabou se tornando bom, principalmente por ter sido alcançado já nos acréscimos. E foi valorizado pelo técnico Jorge Sampaoli.

"Hoje o time jogou num campo muito difícil, contra um rival que jogou contra Palmeiras e São Paulo aqui. Fomos dominadores e buscamos o gol durante os 90 minutos. Eles fizeram gols em momentos inesperados. Tivemos um crescimento muito claro em relação aos jogos anteriores”, destacou o comandante.

“Hoje, esteve muito perto do que eu busco. Para além de erros ou incapacidades que cada jogador tem em diferentes jogos, hoje a atitude de protagonismo do time apareceu do início ao fim. Com isso, ganhamos um grande espaço na possibilidade de competir com os melhores times do Brasil”, acrescentou.

No próximo domingo (17), o Galo encara o Atlético-GO, no Mineirão. Com 50 pontos, o time ocupa a terceira colocação e soma seis a menos que o líder São Paulo e três a menos que o vice Internacional.

Diego Tardelli

Perguntado se a previsão de convocar o atacante Diego Tardelli para um duelo é ainda para fevereiro, como destacou no fim do ano passado, o treinador disse que tudo depende da evolução do atacante.

Recuperado de uma cirurgia delicada no tornozelo, Tardelli treina normalmente com o grupo na Cidade do Galo, mas, pelo menos na visão de Sampaoli, ainda não está no mesmo nível físico dos companheiros. Para ele, a gravidade da lesão e o tempo  fora de ação (cinco meses) fazem com que os cuidados sejam redobrados com o camisa 9.