Nessa segunda-feira (5), o Atlético recebeu uma péssima notícia vinda do departamento médico: o meia Nacho Fernández teve constatado estiramento leve no músculo posterior da coxa esquerda. Uma baixa importante, sobretudo pela sequência de jogos que o time terá pela frente, a começar nesta quarta-feira (7), ás 19h, contra o Flamengo, pela décima rodada do Brasileiro. Mas não um baque, como ressalta o atacante Savarino.

Na opinião do venezuelano, o Galo tem outros atletas de qualidade que poderão preencher a lacuna deixada pelo armador argentino.

“Nacho é um jogador importante para o time, mas temos outros que podem chegar bem à área, como Nathan e Zaracho. Não tirando o mérito do Nacho, que é muito importante para o time. Mas jogue quem jogar, vamos buscar um resultado positivo amanhã (quarta-feira). Desejamos que o Nacho volte o mais rapidamente possível”, declarou o atacante.

Inclusive, Savarino se prontifica a exercer a função do meia, caso seja necessário ao longo da partida diante do Urubu. “Se o Cuca quiser me colocar naquela posição, atuarei ali. E temos outros atletas que podem jogar ali. A decisão é do próprio Cuca para jogarmos da melhor maneira”, disse.

Sabor especial

Indagado se vencer o Flamengo tem um gostinho especial, por toda a história que envolve os dois rivais nacionais, Savarino disse que “sim” e espera se manter 100% contra o rubro-negro, pelo Atlético. No ano passado, foram duas vitórias: 1 a 0, fora de casa, e 4 a 0, no Mineirão. Na goleada, colaborou com duas assistências.

“Jogo difícil, como é todo duelo com o Flamengo. Mas estamos nos preparando para conseguir os três pontos e continuar lutando na parte de cima da tabela. Estamos em casa e precisamos vencer”, comentou.

Atlético