Passada a fase de grupos, é hora de o Brasil seguir em busca do sonho de mais um ouro olímpico. A seleção feminina de vôlei enfrenta a Rússia, nesta quarta-feira (4), às 9h30 (de Brasília) pelas quartas de final dos Jogos de Tóquio. Se avançar, a equipe pega as vencedoras de Coreia do Sul e Turquia.

O Brasil chega às quartas invicto na fase classificatória. O time de José Roberto Guimarães bateu a Coreia do Sula (3x0), República Dominicana (3x2), Japão (3x0), Servia (3x1), Quênia (3x0).

Após a partida contra o Quênia, a última da fase de grupos, o treinador da seleção fez uma análise das adversárias, destacando o momento individual de algumas das atletas russas.

“Sabemos das qualidades da Rússia. A Goncharova melhorou da Liga das Nações para os Jogos de Tóquio, a Voronkova está fazendo uma Olimpíada na sua melhor forma. A Startseva (levantadora) está distribuindo muito bem o jogo. Ou seja, a Rússia tem feito boas partidas e viraram um jogo quase perdido contra a China. É um time que está muito perigoso e melhorou muito. Vamos precisar ter muita agressividade no saque e o nosso bloqueio vai precisar trabalhar muito bem. Será um jogo muito difícil e vamos precisar nos preparar muito bem”, analisou José Roberto Guimarães.