Em duelo entre equipes classificadas antecipadamente às semifinais da Liga das Nações, a seleção brasileira feminina perdeu para os Estados Unidos por 3 sets a 1, com parciais de 25/18, 25/19, 20/25 e 25/21, nesta sexta-feira, (5) em Nanquim. Com isso, ficou em segundo lugar no Grupo B da fase final da competição.

Nos dias anteriores, brasileiras e norte-americanas haviam vencido a Polônia, o que lhes garantiu a classificação antecipada às semifinais da Liga das Nações. Assim, o jogo desta sexta valia a liderança da chave, que ficou com a seleção dos Estados Unidos. Já o Brasil, na segunda posição do Grupo B, terá pela frente a Turquia, primeira colocado do Grupo A com dois triunfos, na próxima fase.

A semifinal entre brasileiras e turcas está marcada para as 4 horas (de Brasília) deste sábado. As equipes se enfrentaram na rodada final da etapa inicial da Liga das Nações, com a Turquia se dando melhor ao triunfar por 3 sets a 2, em casa, na cidade de Ancara.

Com o Brasil garantido na próxima fase, o técnico José Roberto Guimarães optou por poupar as principais jogadoras, escalando a seleção com Amanda, Mara, Roberta, Tainara, Carol, Lorenne e a líbero Natália Araújo. Além disso, acionou Paula Borgo, Macris, Gabi e Mayany durante o duelo.

Os Estados Unidos, treinados por Karch Kiraly, também não utilizaram a força máxima e viram Jordan Thompson brilhar pelas atuais campeãs da Liga das Nações, com 33 pontos. No lado brasileiro, Lorenne fez 21 pontos, enquanto Tainara marcou dez.

No primeiro set, as norte-americanas estiveram praticamente sempre à frente no placar, deslanchando a partir da metade da parcial para vencê-la por 25/18. O segundo set teve roteiro parecido, embora dessa vez as brasileiras tenham conseguido liderar o placar em alguns momentos. Mas os Estados Unidos, liderados por Thompson, abriram vantagem no fim e venceram novamente, por confortáveis 25/19.

Para o terceiro set, o Brasil voltou à quadra com uma modificação, a entrada de Mayani na vaga que vinha sendo de Carol. A disputa foi acirrada no começo da parcial, mas dessa vez a seleção conseguiu ser superior nos momentos mais decisivos, fechando a disputa em 25/20.

A seleção brasileira, porém, não conseguiu empatar o jogo no quarto set. Até realizou uma parcial equilibrada, mas Thompson voltou a fazer a diferença para as norte-americanas, que assim venceram por 25/21, fechando o jogo em 3 a 1, o que lhes garantiu o primeiro lugar do Grupo B da fase final da Liga das Nações.

 

Leia mais:
Seleção feminina vence Polônia e se garante nas semifinais da Liga das Nações
Destaque do Brasil, Gabi pede atenção com Polônia em revanche na Liga das Nações
Brasil tenta, pela segunda vez, transformar Paraty em Patrimônio da Humanidade