Nacho Fernández foi o protagonista da vitória do Atlético por 3 a 1 sobre o Santos, nesta quarta-feira (13), no Mineirão, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em um jogo em que o Galo nâo pode contar com Hulk, com um edema na coxa direita, e que perdeu Diego Costa, na virada para o segundo tempo, com um desconforto na coxa, o meia argentino precisou de pouco mais de 45 minutos para comandar a virada do time.

Após o Peixe abrir o placar no início da segunda etapa e dificultar ainda mais a vida do Atlético, Nacho, acionado no intervalo na vaga de Dylan, apareceu com uma assistência e dois gols, convertendo uma penalidade e marcando no rebote de outra.

Após o duelo, o meio-campista comemorou o triunfo, destacando o poder de reação da equipe.

“Uma partida difícil, especial. Fui colocado no banco, mas por sorte no segundo tempo pude entrar. O mais importante é que ganhamos. Mérito da equipe, que não perdeu a paciência quando estava atrás do placar, e pudemos dar a volta”, disse Fernández, em entrevista ao canal Premiere.

Banco de reservas

Uma das principais contratações do milionário elenco do Atlético para esta temporada, Nacho Fernández vem vivendo uma situação incomum nos últimos jogos.

Por opção do técnico Cuca, o argentino iniciou as duas últimas partidas no banco de reservas.

Em entrevistas anteriores, o comandante do Galo havia admitido a queda de rendimento do jogador, citando especialmente a questão física para tal.

Nesta quarta, após o triunfo sobre o Peixe, Cuca voltou a colocar o condicionamento do jogador como justificativa para preservá-lo."Sobre o Nacho, estamos preparando, dando a ele a condição ideal para que possa dar a arrancada final, temos muitos jogos", disse o treinador.

Com Nacho Fernández nos planos, o Atlético volta a campo neste domingo (17), para encarar o Atlético-GO, no estádio Antônio Accioly, pela 27ª rodada da Série A. 

Leia mais
Melhor mandante do Brasileirão, Galo chega ao 11º jogo seguido sem derrota no Mineirão pela Série A
Dodô recebe o terceiro cartão e desfalcará o Galo diante do Atlético-GO; Guilherme Arana retorna
Atlético vira sobre o Santos no Mineirão e mantém vantagem de 11 pontos para o Flamengo