O técnico Lionel Scaloni anunciou na noite de domingo, (18) a primeira convocação da seleção da Argentina após a participação na Copa América. Com Lionel Messi suspenso, o treinador quer aproveitar os dois amistosos de setembro nos Estados Unidos, contra Chile e México, para fazer testes visando o início das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 e a disputa da Copa América de 2020, que será em solo argentino e na Colômbia.

Por causa de declarações dadas após a derrota nas semifinais para o Brasil por 2 a 0, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, no mês passado, Messi recebeu uma suspensão de três meses da Conmebol e só poderá jogar novamente pela seleção argentina em outubro.

Além do craque do Barcelona, Scaloni deixou de fora nesta lista de convocados o meia Ángel Di María, do Paris Saint-Germain, e o atacante Sergio Agüero, do Manchester City, que tiveram participação apagada na Copa América disputada no Brasil.

Entre as novidades estão o meia Alexis Mac Allister, contratado recentemente pelo Boca Juniors e chamado pela primeira vez na carreira, e o atacante Adolfo Gaich, que atua no San Lorenzo e participou dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, em que a equipe argentina sub-23 conquistou a medalha de ouro.

Em setembro, a Argentina enfrentará o Chile no dia 5, em Los Angeles, e o México, cinco dias depois, em San Antonio. Para outubro já está confirmado o amistoso contra a Alemanha, no dia 9, em Dortmund.

Confira a lista de convocados da Argentina:

Goleiros - Franco Armani (River Plate), Esteban Andrada (Boca Juniors) e Agustín Marchesín (Porto-POR)

Defensores - Nicolás Otamendi (Manchester City-ING), Germán Pezzella (Fiorentina-ITA), Marcos Rojo (Manchester United-ING), Gonzalo Montiel (River Plate), Lucas Martínez Quarta (River Plate), Leonardo Balerdi (Borussia Dortmund-ALE), Nicolás Figal (Independente) e Nicolás Tagliafico (Ajax-HOL)

Meias - Leandro Paredes (Paris Saint-Germain-FRA), Guido Rodríguez (América-MEX), Exequiel Palacios (River Plate), Marcos Acuña (Sporting Lisboa-POR), Giovani Lo Celso (Tottenham-ING), Rodrigo De Paul (Udinese-ITA), Nicolás Domínguez (Vélez Sarsfield), Matías Zaracho (Racing), Alexis Mac Allister (Boca Juniors), Roberto Pereyra (Watford-ING) e Manuel Lanzini (West Ham-ING)

Atacantes - Joaquín Correa (Lazio-ITA), Paulo Dybala (Juventus-ITA), Lautaro Martínez (Inter de Milão-ITA), Lucas Ocampos (Sevilla-ESP) e Adolfo Gaich (San Lorenzo)

Leia mais:
Sem Alisson, Liverpool pode ficar sem goleiro reserva após 'carrinho' de torcedor
Técnico do Barcelona evita falar sobre possível volta de Neymar: 'Ele é do PSG'
Messi, Cristiano Ronaldo e Van Dijk disputam prêmio da Uefa; Alisson é 4º melhor