Desta vez com mais dificuldades do que nas duas primeiras partidas da competição, a norte-americana Serena Williams avançou nesta sexta-feira (21) às semifinais do Torneio de Cincinnati, nos Estados Unidos, disputado em quadras de piso duro e que serve de preparação para o US Open, Grand Slam em Nova York que começará no próximo dia 31. De virada por 2 sets a 1 - com parciais de 3/6, 6/4 e 6/2, após 1 hora e 49 minutos -, a atual número 1 do mundo bateu a ex-líder do ranking da WTA, a sérvia Ana Ivanovic.

A partida desta sexta-feira foi uma reedição da final de Cincinnati do ano passado, ganha pela norte-americana. Na luta para chegar a mais uma decisão, Serena Williams jogará contra a jovem ucraniana Elina Svitolina, que ganhou da checa Lucie Safarova por 2 sets a 1 - com parciais de 6/4, 2/6 e 6/0.

Uma das razões para Serena Williams ter tido mais trabalho nesta sexta-feira, além é claro de ter enfrentado uma ex-número 1 do mundo - atualmente Ana Ivanovic é a nona colocada -, foi o desempenho no saque. Um dia depois de conseguir seus melhores números no saque nesta temporada de quadras duras, a norte-americana, apesar de 13 aces, cometeu nove duplas-faltas, acertou apenas 47% de primeiro saque e venceu só 36% dos pontos com o segundo serviço.

Com apenas 31% de acerto de primeiro serviço no set inicial, Serena Williams esteve vulnerável e jogou 20 pontos com o segundo serviço, vencendo apenas seis. O saldo disso foram três quebras de serviço para Ana Ivanovic durante a parcial vencida por 6/3.

No segundo set, Serena Williams reagiu e logo abriu 3/0 de vantagem. Ainda assim, tinha trabalho para colocar o primeiro serviço em quadra e a estratégia de pressionar o segundo saque não funcionava. A sorte é que Ana Ivanovic se perdeu nos games finais, permitiu duas quebras e viu a rival fechar em 6/4.

Na terceira parcial, Ana Ivanovic começou quebrando e fez 2/0, mas depois que perdeu a vantagem não conseguiu vencer mais nenhum game.