Na entrevista exclusiva ao Hoje em Dia, na última quinta-feira (28), o novo presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, deixou evidente que marketing e comercial terão na sua gestão importância equivalente ao futebol num momento em que o clube passa por grave crise financeira. “Agora temos criatividade para trabalhar, principalmente nesse aspecto comercial. Vamos mostrar para eles (parceiros) que não teremos mais aquela relação do você me dá o dinheiro e ganha espaço na camisa. A gente quer construir parcerias, produtos novos que vão gerar renda para o Cruzeiro de uma forma diferente. Então, isso que vai demonstrar que a gente realmente está tomando um rumo diferente”, afirmou o dirigente.

Renê Salviano marketing comercial Cruzeiro

Renê Salviano seguirá no Cruzeiro na gestão de Sérgio Santos Rodrigues atuando nas áreas de marketing e comercial do clube 

E para que este planejamento seja colocado em prática, o time que Sérgio Rodrigues está montando precisa de dois reforços. Um deles, segundo o próprio presidente revelou em entrevistas logo após a sua eleição, será um executivo do mercado, que está atuando em uma empresa e trabalha nessa questão para poder ser anunciado como o comandante remunerado do marketing/comercial do Cruzeiro.

O setor já conta com Edson Postch Magalhães Neto, que é o superintendente, mas sem remuneração, pois é conselheiro do clube.

Filho do vice-presidente Lidson Magalhães, Edson é advogado de formação, já atuou na área do direito esportivo, sendo inclusive integrante do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MG), mas há 10 anos se dedica a uma agência de publicidade que montou em São Paulo, e que tem como foco a experiência em marca e atende a grandes multinacionais.

Amigo pessoal de Sérgio Santos Rodrigues, Edson será um colaborador e consultor numa área em que a nova diretoria cruzeirense aposta muito na geração de receitas.

Renê Salviano

Se o primeiro nome remunerado do departamento de marketing/comercial do Cruzeiro ainda não foi revelado, quem seguirá no setor é Renê Salviano, que está no clube desde a gestão de Wagner Pires de Sá.

Profissional da área de marketing e comercial há muito tempo, ele foi mantido pelo Conselho Gestor e seguirá com Sérgio Rodrigues, para quem fez o planejamento estratégico da campanha à presidência do Cruzeiro em 2017.

Entre os trabalhos e projetos de Renê Salviano, o que ganhou mais destaque foi o relógio da contagem regressiva para a Copa do Mundo de 2014, que virou um case da Fifa.

Em Belo Horizonte, o relógio ficou localizado na Praça da Liberdade, em frente à avenida João Pinheiro.

Polêmica

Na gestão Wagner Pires de Sá, Renê Salviano se envolveu numa polêmica ao assinar uma lista pela permanência de Itair Machado à frente do futebol cruzeirense.
Isso aconteceu na condição de conselheiro do clube, posto que ele não ocupa mais.

Quando foi definido que os conselheiros que eram remunerados pelo Cruzeiro teriam de fazer uma escolha, entre seguir no Conselho ou perder o cargo, ele fez a opção de deixar o Conselho Deliberativo.

Pessoas ligadas a Sérgio Santos Rodrigues garantem que ele tem total confiança em Renê Salviano e que este episódio não abalou em nada a relação dos dois.