Novamente poupando jogadores, uma vez que na terça-feira encara o Leicester City pela Liga dos Campeões, o Sevilla voltou a tropeçar no Campeonato Espanhol. Mesmo jogando em casa neste sábado (11), o time do técnico Jorge Sampaoli não saiu de um empate em 1 a 1 com o Leganés.

O empate é o segundo seguido do Sevilla, que vinha de um resultado de 1 a 1 com o Alavés na segunda-feira (6). Assim, a equipe aparece com 57 pontos, podendo ver o Barcelona e o Real Madrid se distanciarem ainda mais. O time catalão tem 60 pontos, enquanto o Real aparece com 59 e tem um jogo atrasado. Ambos ainda jogam na rodada, respectivamente contra La Coruña e Betis, ambos no domingo (12).

Sem jogar pelo Campeonato Espanhol desde novembro, Paulo Henrique Ganso até foi relacionado por Sampaoli, mas não saiu do banco de reservas. Mariano voltou ao time, mas o brasileiro que brilhou no jogo foi o pouco conhecido Gabriel, meia de 23 anos que completou de letra o cruzamento rasteiro de El Zhar para abrir o placar. No Brasil, o último clube dele foi o Resende, do Rio.

Pelo Sevilla, quem marcou o gol no final do primeiro tempo foi um jogador muito mais famoso. Contratado junto à Inter de Milão, o montenegrino Jovetic pedalou, tocou para Franco Vázquez e correu para receber de volta, já nas costas da zaga. Cara a cara com Iago Herrerín, deu um lençol no goleiro com um cavadinha e mandou para o gol.