O América segue em grande fase no Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando no Independência, o Coelho goleou o Vitória por 4 a 0, na noite deste sábado (9), pela 33ª rodada da competição.

A equipe alviverde chegou ao triunfo com dois gols no primeiro tempo, um de Rodolfo, de cabeça, aos 19 minutos, após belo passe de Ademir, e com Messias, que converteu pênalti sofrido por Sávio.

Na etapa final, a equipe comandada pelo técnico Lisca ampliou o marcador com dois gols de Neto Berola, que saiu do banco de reservas para marcar dois gols, um aos 42 e outro aos 45 minutos.

Com o resultado, o América chegou aos 66 pontos e se manteve na liderança da Série B, com três pontos a mais do que a Chapecoense, que encara o Botafogo-SP, neste sábado, às 21h, em Ribeirão Preto.

Mesmo em caso de vitória da Chape, o Coelho se manteria na ponta da classificação, por ter um triunfo a mais do que o time catarinense.

Em relação ao acesso, o Alviverde, que já tem mais de 99,9% de chances de jogar a Série A na próxima temporada, aguarda apenas a confirmação matemática, que pode ocorrer já na próxima rodada.

O Vitória, por sua vez, segue em situação delicada no campeonato. Com 37 pontos, o Leão é o primeiro time fora da zona de rebaixamento, com apenas um ponto a mais do que o Figueirense, que abre o Z-4.

O próximo compromisso do América, que pode oficializar seu retorno à elite do futebol brasileiro, será na próxima terça-feira, contra o Náutico, às 19h15, no estádio dos Aflitos, em Recife.

No dia seguinte, o Rubro-Negro baiano vai até Florianópolis, enfrentar o Avaí, às 19h, na Ressacada.

FICHA DO JOGO

AMÉRICA 4 X 0 VITÓRIA

Motivo: 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Data: 9/1/2021 (sábado)

Estádio: Independência

Cidade: Belo Horizonte

Arbitragem: Alexandre Vargas Tavares de Jesus, auxiliado por Lilian da Silva Fernandes Bruno e Thiago Rosa de Oliveira, todos do Rio de Janeiro

Cartão amarelo: Léo (Vitória)

Gols: Rodolfo, aos nove minutos, Messias, aos 39 minutos do primeiro tempo (de pênalti); Neto Berola, aos 42 e aos 45 minutos da segunda etapa

AMÉRICA
Matheus Cavichioli; Daniel Borges, Messias, Anderson e Sávio; Zé Ricardo, Juninho (Gustavinho) e Alê (Geovane); Ademir (Neto Berola), Rodolfo (Lohan) e Felipe Augusto (Léo Passos)
Técnico: Lisca

VITÓRIA
César; Leandro Silva (Léo), João Victor, Wallace Reis e Rafael Carioca (Caicedo); Guilherme Rend (Matheus Frizzo), Lucas Cândido (Leocovick), Fernando Neto e Thiago Lopes; Ewandro (Caíque Souza) e Léo Ceará
Técnico: Rodrigo Chagas