O brasileiro Bruno Soares e seu parceiro britânico Jamie Murray foram derrotados neste domingo (20) pelos franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (8/6) e 6/4, e ficaram com o vice-campeonato na chave de duplas do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos, disputado em quadras duras.

Terceiro favoritos da competição, Soares e Murray vinham fazendo uma grande campanha e ainda não tinham perdido um único set no torneio, mesmo depois de enfrentaram nas semifinais o brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot, segundo cabeças de chave.

Mas, neste domingo, diante dos quintos pré-classificados, a dupla do brasileiro não conseguiu repetir o desempenho. E, depois de equilibrar o jogo no primeiro set, não manteve o mesmo nível de atuação e acabou ficando com o vice-campeonato.

Ainda assim, o resultado devolve a confiança para Soares e Murray às vésperas do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, que terá início no dia 28. A dupla, afinal, não chegava a uma decisão desde o final de junho, quando foi campeã do Torneio de Queen's.

Soares, que tem 26 títulos de duplas, sendo seis ao lado de Murray, chegou neste domingo ao seu 24º vice-campeonato na carreira e ao segundo na temporada. O brasileiro de 35 anos ocupa a sétima colocação do ranking mundial de duplistas, que é liderado por Marcelo Melo.