Cruzeiro

Pouco depois de firmar vínculo com o Cruzeiro, Mozart fazia seu primeiro pronunciamento como novo treinador da equipe: "Sei da responsabilidade e da cobrança que é, devido às conquistas que o clube já obteve e à imensa torcida que tem". Responsabilidade e cobrança que vão acompanhá-lo já em sua estreia, no duelo com o Goiás, neste sábado (12), às 21h, no Mineirão, pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Logo em seus primeiros dias como substituto de Felipe Conceição, demitido na última quarta-feira (9), após a eliminação para a Juazeirense na Copa do Brasil, Mozart chegou a BH na quinta (10), comandou uma atividade na Toca II na sexta (11) e vivenciará, logo de cara, um protesto de torcedores em frente ao centro de treinamentos do time justamente no dia de sua estreia.

Às 16h deste sábado está prevista uma manifestação contra a diretoria – tendo o presidente Sérgio Santos Rodrigues e o diretor de futebol Rodrigo Pastana como principais alvos – e parte do elenco celeste.

Além da pressão vinda da torcida, preocupada com o futuro da equipe, lanterna da Série B, Mozart chega com uma responsabilidade junto à cúpula cruzeirense, que, na Era Sérgio Rodrigues, não se mostra muito paciente com treinadores. A dança das cadeiras de técnicos nesta gestão, iniciada em meados de 2020, confirma isso: já passaram pelo cargo Enderson Moreira, Ney Franco, Felipão e Felipe Conceição.

Juntamente a essas situações, está o fato de que o novo comandante tem que lidar com outro quadro negativo, que atinge o elenco: o atraso de salários. Recentemente, o goleiro Fábio mediu palavras para ilustrar sua preocupação com a Raposa.

Nesta panela de pressão, o técnico promete dedicação total para “não ser cozinhado”, colocar um “tempero” em uma equipe até então “sem sal” e fazer com que o torcedor possa usufruir novamente do doce sabor da esperança.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO
Fábio; Cáceres, Ramon, Weverton e Matheus Pereira; Adriano (Matheus Neris), Matheus Barbosa e Rômulo; Bruno José, Airton (Sóbis) e Bissoli
Técnico: Mozart

GOIÁS
Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo e Hugo; Caio, Breno, Elvis e Dieguinho; Bruno Mezenga e Alef Manga
Técnico: Pintado

DATA: 12 de junho de 2021 (sábado)
HORÁRIO: 21h
LOCAL: Mineirão
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: 3ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Vinicius Furlan, auxiliado por Neuza Ines Back (Fifa) e Luiz Alberto Andrini Nogueira, todos de São Paulo
TRANSMISSÃO: Premiere