“Quando eu saí comemorando, me deu vontade de chorar. Veio um filme na minha cabeça por estar fazendo o gol da vitória. Quero mandar um beijo para a minha família e só agradecer”. Exatamente há um turno, o jovem volante Flávio dava essa declaração após fazer o terceiro e último gol da vitória do América sobre o Guarani, no Independência.

Além de ser o primeiro da cria da base americana na equipe principal, logo em sua estreia, o gol de Flávio, nos acréscimos da partida contra o Bugre, significou a saída do Coelho da zona de rebaixamento. 

Agora, visando o acesso para a divisão de elite do futebol brasileiro, o América volta a encontrar o Guarani, desta vez em Campinas. Coelho e Bugre se enfrentam nesta sexta-feira, às 21h30, no Brinco de Ouro. E mais uma vez, Flávio pode ser um importante personagem na partida.

Flávio

Com a lesão do titular Willian Maranhão, Flávio disputa com o Geovani uma vaga entre os 11 que começam jogando essa que pode ser considerada uma decisão para o Coelho nesta reta final de Série B.

Provavelmente, o torcedor americano mais supersticioso e apegado a detalhes, vê na joia da base um importante trunfo para a partida desta sexta-feira. Por outro lado, caso o escolhido para iniciar a partida seja Geovani, o Coelho terá, na teoria, uma equipe mais ofensiva.

Responsável por escolher qual dos dois começará a partida, Felipe Conceição faz mistério e promete desvendá-lo apenas momentos antes de a bola rolar em Campinas.

“Ainda não. Na hora do jogo vocês vão ficar sabendo. Estamos treinado e temos algumas alternativas no elenco. Temos o Geovane, o Flávio, temos outra situação para ser um pouco mais ofensivo, que pode acontecer ao longo da partida”, disse o treinador

Arrancada

Para chegar à penúltima rodada da Série B vivo na briga pelo G-4, o Coelho teve que emplacar uma sequência surpreendente após a efetivação de Felipe Conceição no comando da equipe.

De lá pra cá, foram 27 partidas, com 15 vitórias, 8 empates e 4 derrotas, um aproveitamento de 65,4%, número próximo aos 66,7% do campeão antecipado Bragantino.

Para seguir sonhando com o acesso, o Coelho mira mais duas vitórias nas últimas rodadas da Série B, diante do Guarani, nesta sexta-feira, e contra o São Bento, dia 30, no Independência.

*Sob supervisão de Alexandre Simões