O atacante Keno não será jogador do Atlético, pelo menos nesta temporada. O interesse do alvinegro no jogador de 30 anos, divulgado inicialmente pela Rádio Itatiaia, não teve desfecho feliz. Atuando no Al Jazira, dos Emirados Árabes, o baiano seguirá em terras estrangeiras e não reencontrará o diretor executivo Alexandre Mattos, com quem trabalhou no Palmeiras.

De acordo com o UOL, o Atlético fez contato com o estafe do atacante antes da paralisação do futebol por causa da pandemia do coronavírus, mas a situação atual impediu qualquer avanço nas tratativas. Além disso, o empresário Edson Neto descarta a possibilidade de retorno no mercado da bola 2020. Keno pertence ao Pyramids, do Egito.

Velho conhecido de Mattos, talvez fosse a "cereja do bolo" para o setor ofensivo da equipe comandada por Jorge Sampaoli. Porém, o desejo terá que ser adiado, pelo menos, até 2021.