A vitória de anteontem por 2 a 0 sobre o Tupynambás deixou o América colado no líder Atlético e vivo na briga pelo topo da tabela do Campeonato Mineiro. No próximo domingo (17), inclusive, as duas equipes estarão frente a frente e brigarão pela vitória em duelo marcado para às 16h no Mineirão. 

Com 21 pontos conquistados, um a menos que o alvinegro, o Coelho tem campanha parecida com a do rival até a nona rodada. No quesito gols marcados, são 19 do Atlético contra 18 do time comandado pelo técnico Givanildo Oliveira; nos gols sofridos, três contra quatro. 

No ano passado, as duas equipes se enfrentaram nas semifinais da competição mais importante do Estado. No primeiro jogo, vitória atleticana por 1 a 0; no segundo, novo triunfo do adversário do próximo domingo, desta vez, por 2 a 0.

Caso seja derrotado na décima rodada, o Coelho não terá mais chances de assumir a liderança. Contudo, se empatar ou vencer, o alviverde terá a última oportunidade de alcançar o feito em casa. Na quarta-feira após o clássico, Leal e companhia entrarão em campo para enfrentar o Guarani, de Divinópolis, no Independência.

Vitória no sábado

O primeiro tempo contra o Tupynambás começou com o América já buscando o gol desde cedo. Aos 9, Júnior Viçosa aproveitou cruzamento de Matheusinho e apenas escorou de cabeça, tirando do alcance do goleiro Renan Rinaldi. 

Na reta dos 45 minutos iniciais, o Tupynambás conseguiu chegar com mais perigo, mas a defesa americana levou a melhor. 

O segundo tempo, por sua vez, mostrou mais equilíbrio entre os times, com o jogo ficando mais truncado. O visitante ensaiou o empate, mas não teve competência para tal.

O melhor, contudo, ficou para o final. Já nos acréscimos, Matheusinho assumiu a responsabilidade na cobrança de falta e colocou a bola na gaveta, garantindo, aos 46 minutos, a sexta vitória do Coelho no Campeonato Mineiro.

* Com assessoria do América