Com América, Atlético e Cruzeiro integrando o Pote I do sorteio da terceira fase da Copa do Brasil, que será nesta sexta-feira (23(, às 14h, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, os únicos clubes mineiros que seguem vivos na segunda competição nacional poderão encarar 16 adversários que integram as quatro divisões do Campeonato Brasileiro.

E a torcida de americanos, atleticanos e cruzeirenses é, com certeza, para que seja evitado um confronto com um dos três representantes da Série A que estão no Pote II.

Bragantino Atlético 2020

Na Série A do Campeonato Brasileiro de 2020, o Bragantino deu muito trabalho ao Atlético nas duas partidas disputadas entre os clubes

O mais temido, sem dúvida, é o Red Bull Bragantino, de São Paulo, que faz grande campanha no Campeonato Paulista e no Brasileirão do ano passado alcançou a quinta melhor campanha do returno, marcando dois pontos a menos que Flamengo e Atlético, que foram os melhores da segunda fase da Série A. No geral, a equipe de Bragança Paulista ficou na décima colocação e disputa a primeira fase da Copa Sul-Americana.

O Atlético-GO ficou uma posição abaixo do Massa Bruta na Série A, também joga a Copa Sul-Americana e depois de fazer campanha praticamente perfeita na primeira fase do Campeonato Goiano, com nove vitórias e um empate em dez partidas, aproveitamento de 93,3%, inicia neste domingo (25), diante do Goiás, a disputa das quartas de final.

O terceiro clube da Série A que pode cruzar o caminho dos mineiros na terceira fase da Copa do Brasil é o Fortaleza. O time cearense fez campanha muito ruim no Brasileirão 2020, principalmente após perder o técnico Rogério Ceni para o Flamengo. Escapou do rebaixamento apenas nos critérios de desempate.

Neste sábado (24), faz uma das semifinais da Copa do Nordeste encarando o Bahia, às 20h30, no Castelão.

Outras divisões

São seis os clubes da Série B no Porte II da Copa do Brasil. Nesta lista consta o rebaixado Coritiba, e Vila Nova-GO e Remo, campeão e vice da Série C na última temporada.

Há ainda o CRB, carrasco cruzeirense na Copa do Brasil 2020 justamente na terceira fase, mas numa configuração de competição diferente. Completam a lista Avaí e Vitória.

A Série C tem como representante no Pote II do sorteio da terceira fase da Copa do Brasil apenas o Criciúma, que nesta semana viveu o trauma de sofrer o primeiro rebaixamento da sua história no Campeonato Catarinense. Na segunda fase, o Tigre se superou e eliminou a favorita Ponte Preta, nos pênaltis, em jogo único disputado no Heriberto Hulse.

A Série D tem seis representantes no Pote II da Copa do Brasil, sendo o de maior história na competição o Brasiliense, vice-campeão em 2002.

Os outros clubes são: 4 de Julho-PI, ABC-RN, Boavista-RJ, Cianorte-PR e Juazeirense-BA.

Fórmula

A terceira fase da Copa do Brasil terá jogos de ida e volta, nas duas primeiras semanas de junho. A ordem das partidas será decidida por sorteio, logo após se conhecer os confrontos.

A regra do gol fora de casa valer dobrado como critério de desempate segue sem ser usada na competição. Assim, no caso de empate no saldo de gols entre os dois clubes, após o segundo jogo, o classificado será conhecido na disputa de pênaltis.

OS POTES PELA DIVISÃO DO CLUBES

POTE I

Série A
América
Athletico-PR
Atlético
Bahia
Ceará
Chapecoense
Corinthians
Flamengo
Fluminense
Grêmio
Internacional
Palmeiras
Santos
São Paulo

Série B
Cruzeiro
Vasco

POTE II

Série A
Atlético-GO
Fortaleza
Red Bull Bragantino

Série B
Avaí
Coritiba
CRB
Remo
Vila Nova-GO
Vitória

Série C
Criciúma

Série D
4 de Julho-PI
ABC-RN
Boavista-RJ
Brasiliense
Cianorte-PR
Juazeirense-BA