O San Antonio Spurs precisa de apenas mais uma vitória para conquistar o título da temporada 2012/2013 da NBA. Na noite de domingo, a equipe do Texas contou com uma ótima atuação de Manu Ginóbili na quinta partida da série melhor de sete jogos da decisão e derrotou o Miami Heat por 114 a 104, em casa. Assim, abriu 3 a 2 na final.

Ginóbili estava apagado nas finais da NBA, com atuações ruins nos quatro primeiros jogos da decisão, mas no domingo liderou a sua equipe para uma importante vitória no AT&T Center, com 24 pontos, sua melhor performance não só nas finais, mas em toda a temporada, além de dez assistências, terminando o duelo com um "double-double". Nas quatro primeiras partidas da decisão, ele havia marcado 30 pontos no total.

Mas não foi apenas Ginóbili que brilhou pelo Spurs na noite de domingo. Tony Parker foi o cestinha da partida com 26 pontos, dois a mais do que Danny Green, que converteu seis arremessos de três pontos e bateu um recorde na NBA. Ele alcançou a marca de 25 cestas de três nas finais da NBA, superando o recorde de 22 Ray Allen, atualmente no Heat, alcançada na decisão de 2008, quando defendia o Boston Celtics, que encarou o Los Angeles Lakers naquela oportunidade.

Tiago Splitter, que agora está a uma vitória de se tornar o primeiro jogador brasileiro a ser campeão da NBA, perdeu a condição de titular do Spurs e atuou por apenas 10 minutos na noite de domingo, com quatro pontos e dois rebotes. Já Tim Duncan somou 17 pontos e 12 rebotes pelo Spurs.

LeBron James teve boa atuação pelo Heat, com 25 pontos, oito assistências e seis rebotes, assim como Dwyane Wade, que somou 25 pontos e 10 assistências. Já Allen marcou 21 pontos pela equipe de Miami, que não pode mais perder e precisa conquistar dois triunfos para faturar o bicampeonato da NBA.

Agora, a série decisiva retorna para a Flórida. Na próxima terça-feira, às 22 horas (horário de Brasília), o Heat recebe o Spurs, que garante o título da NBA em caso de vitória. Em caso de triunfo do time da casa, a final estará empatada em 3 a 3, o que forçará a realização da sétima partida na próxima quinta, na American Airlines Arena.

Liderado por Ginóbili, o Spurs dominou o primeiro tempo da partida e fechou o quarto inicial vencendo por 32 a 19. O time de San Antonio chegou a aumentar a sua vantagem para 17 pontos, mas o Heat, principalmente em razão do bom desempenho de Wade, foi ao intervalo perdendo por nove pontos - 61 a 52.

O terceiro quarto foi equilibrado, mas o Spurs conseguir ir ao período decisivo com uma vantagem ainda maior, de 12 pontos - 87 a 75. No último quarto, Ginóbili e levou a equipe a fazer 96 a 76 a pouco mais de nove minutos para o fim do duelo. O Heat, então, passou a apostar nos arremessos de três de Allen para diminuir a vantagem do Spurs.

A estratégia até funcionou, tanto que o a equipe ficou a oito pontos - 109 a 101 - do Spurs quando faltavam 1 minuto e 37 segundos para o final da partida. Uma cesta de três de Green a 1 minuto e seis segundos do encerramento do duelo, porém, selou o triunfo do Spurs, que bateu o Heat por 114 a 104 e agora está perto de faturar o título da temporada 2012/2013 da NBA.