Três nomes importantes para o voleibol mineiro receberão em breve o título de Emérito Dirigente da Confederação Brasileira (CBV). Por meio de uma Assembleia Geral Ordinária da entidade, realizada por vídeo conferência nesta quarta-feira (29),  a Federação Mineira (FMV) indicou o prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, e os presidentes dos representantes mineiros na Superliga Feminina, Guto Braga, do Praia Clube, e Ricardo Santigo, do Minas Tênis.

"São personagens importantíssimos para o contexto do voleibol no último ano de 2019. O prefeito de Uberlândia abriu as portas da cidade, se tornando a capital do esporte, com a realização de vários campeonatos. Utilizamos a estrutura, sempre com carta branca. Não podíamos deixar de agradecê-lo por isso. Em relação ao Guto, vemos o Praia Clube se consolidando cada vez mais no cenário internacional. Hoje, se tornou um clube bastante respeitado em Minas, no Brasil e no Mundo", explica Tomás Mendes, presidente da FMV ao Hoje em Dia.

"Já o Minas, na última temporada, se destacou no cenário nacional com conquistas importantes. É um clube com alto rendimento e que aparece na mídia e se mostra cada vez mais forte também na base, participando de todas as competições e iniciativas da Federação. Por isso a lembrança pelo nome do Ricardo", acrescenta.

Ex-atleta de voleibol e recentemente reeleito para seguir ocupando a cadeira mais importante da equipe de belo-horizontina, Santiago ostenta excelentes resultados da equipe feminina durante sua gestão. Carol Gattaz e companhia conquistaram a Superliga, além dos três títulos sul-americanos que deram vaga para os campeonatos mundiais.

Clube mais tradicional do Estado, o Minas também é reconhecido pelo excelente trabalho nas categorias de base e por ser o único do país a ter disputado todas as edições da Superliga (masculina e feminina). 

"Para mim é motivo de muito orgulho receber esta homenagem na CBV, ainda mais num momento como este que estamos vivendo. Ser reconhecido por um conjunto de obra é muito bacana, ainda mais para mim que fui atleta, que joguei em toda as categorias de base da seleção, e agora receber isso como dirigente é muito gratificante. Este prêmio não é só meu. Tem também diretores e colaboradores que têm o esporte no coração; divido isso com todo o nosso time", comenta o presidente minas-tenista.

sasasas

O vôlei no Triângulo

Ultrapassando os limites da capital, o voleibol ganhou imenso espaço em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Lá, entre 2018 e 2020, foram realizadas duas finais de Superliga Feminina, duas Supercopas Masculina e Feminina, um Sul-Americano Feminino de Clubes e a principal competição esportiva do calendário 2019, o Pré-olímpico de Voleibol Feminino, onde o Brasil carimbou o passaporte para a Olimpiada de Tóquio. 

Responsável por todas as ações da FMV na cidade, o prefeito de Uberlândia Odelmo Leão teve grande responsabilidade no sucesso dos eventos realizados na Arena Sabiazinho, além da reativação das Escolinhas de Voleibol do UTC.

"Fiquei muito feliz em saber que fui indicado a receber o título de Emérito Dirigente da Confederação Brasileira de Voleibol. Apesar de termos feito de Uberlândia a capital do vôlei no Brasil, sei o quanto o esporte é importante para o desenvolvimento e a saúde de todos da nossa cidade e, por isso, nossas ações nesta área nunca param. Oferecemos, por meio da Futel, 12 mil vagas em 18 modalidades esportivas olímpicas para crianças e jovens entre 7 e 17 anos", se manifestou o prefeito, por meio de uma rede social.

Assim como o Odelmo, Guto Braga, presidente do Praia Clube, fez parte das iniciativas da FMV. Na realização do Pré-olímpico, o Praia Clube participou da organização, sendo fundamental também na estrutura para preparação das equipes participantes. Além disso, o clube vem se consolidando no cenário nacional tendo seu primeiro título da Superliga em 2018 e campeão da Supercopa em 2019, além da força demonstrada nas categorias de base.

"É um grande prazer receber uma indicação desta da FMV e da CBV. É muito gratificante ver o Praia e o Minas serem referência no voleibol feminino no país e quebrarem aquele eixo Rio-São Paulo, que durou por muitos anos. O mais importante salientar é que o projeto esportivo do Praia veio crescendo ao longo dos últimos 12, 13 anos, e se manteve no topo da Superliga e de vários outros campeonatos", destaca Guto ao Hoje em Dia.

O presidente ainda agradece aos patrocinadores e também aos ex-dirigentes que estiveram à frente do clube nos últimos anos.