São Paulo e Atlético se enfrentam nesta quarta-feira (16), às 21h30, no Morumbi, em um dos duelos mais esperados do Campeonato Brasileiro 2020.

Líder e vice-líder, separados por quatro pontos na classificação (50 a 46), Tricolores e Alvinegros optaram por estratégias diferentes na montagem do elenco para esta temporada, mas ambos vêm conquistando bons resultados no principal campeonato do país.

Com um aporte de parceiros comerciais, ligados ao clube, o Galo foi ao mercado e contratou 19 jogadores para esta temporada, e garantiu a permanência em definitivo do meia-atacante Nathan, então emprestado pelo Chelsea, da Inglaterra.

Onze deles chegaram à Cidade do Galo após a vinda do técnico Jorge Sampaoli, peça ativa na montagem do plantel alvinegro.

Para se ter ideia da mudança do grupo do Atlético de 2019 para 2020, dos onze jogadores que iniciaram jogando na vitória sobre o Athletico-PR, no último sábado, apenas o lateral-direito Guga fazia parte do elenco do ano passado.

O zagueiro Gabriel, também titular diante do Furacão, tinha vínculo com o Galo no passado, mas estava emprestado ao Botafogo.

A escalação do Atlético na Arena da Baixada foi a seguinte: Everson; Guga, Gabriel, Júnior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Zaracho e Hyoran; Savarino, Vargas e Keno.

Por mais variações que costuma realizar entre os jogos,  existe a grande possibilidade de que Sampaoli mantenha o time que começou a partida em Curitiba, no confronto com o São Paulo.

A reformulação no elenco alvinegro é perceptível também na presença de jogadores que estavam no grupo do ano passado.

Dos 27 jogadores que compõem o plantel atual, apenas sete vestiram a camisa do Galo em 2019: Victor, Guga, Réver, Igor Rabello, Jair, Nathan e Marquinhos.

Incorporados ao time principal neste ano, o meia Calebe e o meia-atacante Sávio estavam nas equipes de base do Galo, mas não atuaram pela equipe de cima.

Voto de confiança

Se o Galo foi ativo no mercado, o São Paulo apostou na manutenção do elenco da temporada passada.

A única contratação do Tricolor Paulista neste ano foi o atacante Luciano, que veio do Grêmio, em um negócio que envolveu a ida do meia-atacante Éverton para o time gaúcho.

Artilheiro da equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz no Brasileirão, com 12 gols, o jogador sofreu uma lesão muscular no clássico com o Corinthians, no último domingo, e vai ficar de fora do confronto com o Galo. Pablo e Vitor Bueno são os principais candidatos à vaga.

Com a ausência de Luciano, o São Paulo que vai enfrentar o Galo nesta quarta será formado por jogadores que já estavam no elenco desde o ano passado, representando o voto de confiança dado pela diretoria ao atual plantel. 

O Tricolor Paulista deve entrar em campo no Morumbi com: Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Brenner e Pablo.