A mulher que acusa o jogador Neymar de estupro teria passado por exames médicos seis dias após o ocorrido. Segundo reportagem do Uol Esportes, que teve acesso ao laudo médico, a mulher teria tido hematomas, problemas gástricos, perda de peso e sintomas de estresse pós-traumático.

O laudo mostraria ainda detalhes e imagens dos hematomas nas pernas e nádegas da mulher, e também apontaria um quadro de "dor, perda de peso, ansiedade e problemas gástricos pós-episódio de estresse emocional". 

Dentre as hipóteses de diagnóstico, estariam transtorno misto ansioso e depressivo, síndrome dispética - conjunto de sintomas gástricos e traumatismos superficiais múltiplos. Quem assina o laudo é um médico particular de um renomado hospital em São Paulo.

Após a acusação de estupro e o registro de um boletim de ocorrência, Neymar gravou um vídeo em suas redes sociais negando a acusação e se dizendo vítima de uma armadilha. Nas imagens ele ainda mostra as conversas que teve com a mulher no WhatsApp e, inclusive, "nudes" dela. Por isso, ele foi intimado a depor na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática por supostos crimes virtuais. 

Leia mais:

Neymar é intimado a depor na sexta, mas assessoria jurídica da CBF tenta adiar
Rede social diz ter removido vídeo de defesa de Neymar por 'violar padrões'
Em apuração sobre vídeo de Neymar, policiais vão mais uma vez à Granja Comary
CBF oferece assessoria jurídica a Neymar após acusação de estupro
Cristiano Ronaldo e Robinho já protagonizaram acusações de estupro no futebol
Pai diz que Neymar desconfiou ser vítima de golpe e defende divulgação de fotos
Em vídeo, Neymar nega estupro e expõe conversas íntimas com denunciante
Mulher acusa Neymar de estupro em Paris e registra Boletim de Ocorrência