O River Plate garantiu vaga na grande decisão do Mundial de Clubes. Nesta quarta-feira (16), a equipe argentina enfrentou bem mais dificuldade que o esperado diante do Sanfrecce Hiroshima, mas arrancou uma vitória por 1 a 0 no segundo tempo e avançou para ser o provável adversário do Barcelona, que ainda precisa passar pelo Guangzhou Evergrande na quinta-feira.

O técnico da equipe argentina, Marcelo Gallardo, sabe da dificuldade que seus comandados provavelmente terão pela frente na final de domingo, mas só quer que eles aproveitem o momento. "O que vem pela frente é lindíssimo, é charmoso. É preciso viver assim, desfrutar. A gente também", declarou.

Apesar de celebrar a vaga, Gallardo sabe que o River esteve longe de seu melhor futebol nesta quarta. Foi dominado em boa parte do primeiro tempo pelo Sanfrecce, que só não abriu o placar porque o goleiro Barovero fez três grandes defesas. Mas o treinador minimizou a atuação e responsabilizou o nervosismo pelo nível do futebol desempenhado.

"O objetivo era poder jogar a final. Não era fácil, havia muita ansiedade e nervos, mas a gente ganhou, que era o importante. Tínhamos que passar dessa partida que, como vimos, não era fácil. Jogamos contra uma boa equipe japonesa, que vinha com ritmo de jogo, e estamos contentes por estarmos na final", afirmou.