Tatuar na perna o ex-jogador de basquete Michael Jordan, astro mundial que fez história nos anos 90, deveria fazer parte de mais um dia comum na vida de Diego Tardelli. Mas o fim de semana marcou de outra forma o atacante atleticano de 35 anos, tudo graças a um torcedor que quase desmaiou ao encontrar o camisa 9 no estúdio localizado na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Apaixonado pelo Galo e fã incondicional de Tardelli, Gabriel Eraque, de 18 anos, estava sentado aguardando o artista Felipe Mosk quando, ao olhar para o lado, precisou ser auxiliado para se recompor e conseguir trocar algumas palavras com o ídolo. Gaguejando e bastante nervoso por aquele encontro inusitado, o jovem teve uma ideia instantânea: decidiu tatuar o autógrafo do atacante.

"Estou em choque até agora. Minha pressão baixou quando vi o Tardelli. Eu estava sentado na recepção quando ele chegou cumprimentando todos. Quando foi a minha vez de receber o cumprimento, fiquei sem reação. Nunca imaginei que conversaria com ele, pessoalmente", conta Gabriel ao Hoje em Dia.

"Olhei para ele incrédulo. Eu não conseguia falar nada e não mexi da cadeira. O Mosk trouxe um pouco de água para mim, porque eu passei um pouco de mal na hora. Quando ele desceu da sala do Thiago Scap, eu fui em direção a ele e, por gestos, tentei me comunicar. Quando consegui, pedi um autógrafo e falei que ia tatuá-lo", acrescenta. 

tardelli scap

O torcedor conta que Tardelli ficou espantado com o fato e, bastante solícito, apenas perguntou se aquilo era sério. Em contato o Hoje em Dia, o artista que deve finalizar a tatuagem de Jordan no ídolo atleticano ainda nesta semana, disse que o atacante se mostrou surpreso com aquela demonstração de carinho e, mesmo sendo um dos xodós da Massa, parece não ter a dimensão total do que representa.

"Eu já o admirava como jogador, mas, agora, por ter sido tão simpático e humilde, admiro mais ainda. Fiquei a noite inteira pensando, mandando mensagem para os meus pais e para os meus amigos. Inacreditável", finaliza Gabriel.