Uma noite para jamais tirar da memória. Assim ficará definida esta quarta-feira, 6 de novembro, para o meia-atacante Marquinhos e o meia Bruninho, herois do Atlético na vitória por 2 a 0 sobre o Goiás, pela 31ª rodada do Campeonato do Mineirão. Os pratas da casa honraram a confiança do técnico Vagner Mancini e provaram que "a base vem forte".

Acionados no segundo tempo do duelo contra a equipe Esmeraldina, o maranhense e o belo-horizontino deram intensidade ao ataque atleticano, marcaram os gols da vitória e, de quebra, conquistaram marcas importantes: além de ter feito o primeiro tento pela equipe principal, pela qual chegou a nove jogos, o camisa 50 fez o centésimo do Galo na temporada. Bruninho, por sua vez, deixou o segundo no "time de cima".

Curiosamente, enquanto Goiás e Atlético ficavam no empate sem gols, no Serra Dourada, no dia 28 de julho, pela 12ª rodada do Brasileirão, o autor do primeiro tento se preparava para mais um jogo do Campeonato Mineiro Sub-20. A partida contra o América, dois dias depois, em uma terça-feira, terminou empatada em 1 a 1. Nesta quarta, porém, ele se tornou um dos protagonistas do duelo, desta vez, disputado no Mineirão.

Com 39 pontos, o Atlético respira no Brasileirão e chega com moral para o próximo desafio na competição mais importante do país. Apesar de ser disputado no mesmo palco do meio de semana, o Gigante da Pampulha não será a casa do alvinegro. Domingo (10), será a vez de encarar o Cruzeiro, maior rival, que corre para se afastar da temida zona de rebaixamento. O jogo está marcado para às 16h.

Ficha Técnica:
ATLÉTICO 2 X 0 GOIÁS


Árbitro: Thiago Duarte Peixoto(SP)
Assistentes: Neuza Inês Back e Evandro de Melo Lima(SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral(SP)
Cartões Amarelos: Rafael Moura, Leandro Barcia(GOI)
Cartões Vermelhos:-
Público e renda: 38.937 / R$ 230.750,00

Gols: Marquinhos, aos 8’-2ºT(1-0), Bruninho, aos 48’-2ºT(2-0)

ATLÉTICO: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Zé Welison; Luan, Elias (Marquinhos- intervalo), Cazares(Bruninho, aos 16’-2ºT) e Otero(Terans, aos 43’-2ºT); Franco Di Santo.
Técnico: Vagner Mancini

GOIÁS: Tadeu; Yago Rocha(Breno, aos 39’-1ºT), Lucão, Rafael Vaz e Jefferson; Gilberto(Caio, aos 37’-2ºt), Thalles e Léo Sena(Trindade, aos 24’-2ºT); Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia.
Técnico: Ney Franco