Meia-atacante de origem, centroavante por Jorge Sampaoli. Este é o resumo da história de Eduardo Sasha, de 28 anos, que na noite da última sexta-feira (31) teve publicada pela Justiça do Trabalho uma decisão que o libera do Santos, possibilitando que ele acerte com outro clube. Ele conseguiu a rescisão do contrato, porque o Peixe deixou de pagar uma série de direitos trabalhistas ao jogador.

Eduardo Sasha ex-atacante do Santos

Transformado em centroavante por Jorge Sampaoli, no Santos, no ano passado, Eduardo Sasha conseguiu a rescisão de contrato com o Peixe, na Justiça do Trabalho, e pode ser mais um reforço do Atlético para o restante da temporada 2020

Desejado no Brasil e no mundo árabe, ele caminha para ser o novo reforço do Atlético. A jornalista Marília Ruiz crava que o jogador já tinha previamente um acordo com o clube e que na próxima semana deve chegar à Cidade do Galo.

Sasha foi especulado no Atlético desde a chegada de Sampaoli, pelo sucesso que fez com o treinador vestindo a camisa do Santos no ano passado.

E depois de agitar o mercado buscando um centroavante de referência, o Galo pode ter essa carência atendida com a chegada de um jogador que não tem o perfil do homem de referência, mas que foi o terceiro principal artilheiro da Série A do Campeonato Brasileiro do ano passado, com 14 gols. À frente dele, apenas Bruno Henrique e Gabriel, ambos do Flamengo, com 25 e 21 bolas na rede, respectivamente.

Histórico

Revelado pelo Internacional, Eduardo Sasha se destacou defendendo o Goiás, em 2012 e 2013. No primeiro ano, venceu a Série B do Brasileirão sob o comando de Enderson Moreira, atual treinador do Cruzeiro, e fazendo dupla com Ricardo Goulart. Por isso voltou ao Beira-Rio, de onde saiu apenas em 2018, negociado com o Santos.