Há exato um mês, Rogério Ceni era demitido do Cruzeiro, e o episódio ainda reverbera. Neste sábado (26), no Mineirão, no duelo entre a Raposa e o Fortaleza, pela 28ª rodada do Brasileiro, ficou notório um desconforto envolvendo jogadores celestes e o treinador do Leão.

Antes da partida, vários dos comandados de Abel Braga cumprimentaram Ceni no banco de reservas. Outros, no entanto, não o fizeram, casos de Egídio, Thiago Neves, Robinho, Fred, Jadson e Edilson.

Cruzeiro

Rogério Ceni teve problemas de relacionamento no vestiário do Cruzeiro em sua passagem na Toca. Jogadores como Thiago Neves e Dedé contestaram algumas atitudes do treinador, que acabou demitido, após oito confrontos.

Pela Raposa, Ceni teve duas vitórias (sobre Santos e Vasco), dois empates (com CSA e Ceará) e quatro derrotas (Internacional, Grêmio, Palmeiras e Flamengo).