Com um empate por 1 a 1 com a Universidad César Vallejo, o Tolima conseguiu uma vaga no Grupo 6 da Copa Libertadores. Questionado sobre o triunfo dos colombianos, que eliminaram o Corinthians na pré-Libertadores de 2011 e quase tiraram o emprego de Tite, o treinador brincou.

"O Tolima eu vi ontem (quinta-feira). Eles tinham vencido o primeiro jogo e empataram no final. Até tremi", disse o gaúcho, arrancando risos na entrevista que concedeu no CT do Parque Ecológico. "Vocês riem agora, né? Na hora, o bicho pegou", acrescentou.
 
Tite se recuperou bem daquela derrota. Ele salvou o emprego com uma vitória sobre o Palmeiras na partida seguinte - com gol de Alessandro e milagres de Julio Cesar -, e emendou três títulos que o colocaram na lista dos grandes técnicos da história do Timão: o Brasileiro, a Libertadores e o Mundial.
 
Segundo ele, o caminho para o bicampeonato sul-americano - que só pode ter um novo encontro com o Tolima nos mata-matas - é crescer ao longo da competição. Exatamente como ocorreu no ano passado, quando a campanha da conquista sem derrota começou em um empate com o Deportivo Táchira nos acréscimos.
 
"A equipe vai se consolidando ao longo da disputa, vai ganhando forma", disse o treinador, que espera deixar o time em um bom estádio até a estreia, marcada para 20 de fevereiro. O boliviano San Jose não é um adversário forte, mas a altitude de Oruro - mais de 3.700 metros acima do nível do mar - preocupa.