Se 2019 e 2020 foram de altos e baixos para Igor Rabello, 2021 começou bastante positivo para o zagueiro. Após pedir para não entrar de férias e permanecer no time que estrearia o Campeonato Mineiro, o camisa 16 conquistou a titularidade no Atlético (em 28 de fevereiro, na goleada por 3 a 0 sobre a URT) e ultrapassou a marca de cem jogos pelo clube (são 106, ao todo), somando dois gols marcados na atual temporada.

Coincidência ou não, a única derrota do Galo neste Estadual se deu em uma partida na qual o atleta carioca não foi escalado como titular, para a Caldense, por 2 a 1, pela sexta rodada. Na ocasião, Gabriel e Alonso formaram a dupla de zaga, e Rabello foi acionado apenas no segundo tempo, quando Cuca o colocou na função de atacante.

Nos outros seis confrontos, esteve entre os 11 principais e só comemorou: triunfos em cima de URT, Tombense, Uberlândia, Patrocinense, Coimbra e América. Além disso, balançou as redes do time de Patrocínio e da equipe de Contagem, chegando a cinco bolas na rede com o traje alvinegro.

Pendurado

Ainda não se sabe se Rabello continuará entre os titulares nesta quarta-feira (7), às 16h, no Mineirão, contra o Pouso Alegre. O fato é que se entrar em campo, será na condição de pendurado. Com dois cartões amarelos, recebidos diante de Patrocinense e Caldense, o zagueiro corre o risco de ficar fora do clássico de domingo contra o Cruzeiro caso seja advertido novamente no duelo com o Pousão.

Gabriel e Zaracho são outros que computam dois cartões pelo Galo. Marrony já chegou a cumprir suspensão pelo terceiro amarelo.