O presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara segue sem prestígio com o torcedor alvinegro. No duelo com o Goiás, nesta quarta-feira (6), no Mineirão, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, alguns atleticanos foram ao campo com camisas que pedem a saída do mandatário.

Faixas com mensagens de protesto contra Sette Câmara e o diretor de futebol do clube, Rui Costa também foram estendidas nas arquibancadas do Gigante da Pampulha.

Manifestações desse cunho não são novidades para o presidente do Atlético. Nas últimas partidas do time no Independência, e até fora de casa - como ocorreu no duelo com o Fortaleza, no Castelão, no ultimo sábado - alguns torcedores também usaram desse expediente para demonstrar a insatisfação com a atual gestão e com o momento do time.

Protesto Sette Câmara Mineirão

Faixas foram estendidas antes do duelo com o Goiás, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro

Censura

Diferentemente do que ocorreu nos duelos do Horto, nesta quarta, não houve, até o momento, nenhum incidente relacionado a o impedimento de torcedores entrarem com as camisas e faixas de protesto.

De acordo com a assessoria de comunicação do Mineirão, apenas um torcedor, em um caso isolado, foi barrado, não havendo censura sobre a situação. A assessoria ainda ratificou que a orientação é para que torcedores não sejam impedidos de portar camisas com esse cunho .