Um grupo de torcedores do Corinthians foi na tarde desta segunda-feira ao Parque São Jorge protestar contra o mau momento da equipe. Com faixas, bandeiras e rojões, os torcedores criticaram a diretoria.

As faixas diziam "Fora Edu Gaspar", "Queremos transparência", "Diretoria milionária... clube sem dinheiro" e "Jogadores sem vontade, técnica, brio, amor à camisa... Sem vergonha".

Os torcedores ocuparam parte do estacionamento da sede social do clube, junto ao portão de entrada dos associados. Os gritos de ordem foram principalmente contra o presidente Roberto de Andrade e o superintendente de futebol Andrés Sanchez.

Havia a expectativa de que os torcedores fossem protestar pela manhã no CT do Parque Ecológico, na reapresentação do elenco após a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro, no Itaquerão. Uma base móvel da Polícia Militar chegou a fazer a segurança em um dos portões do CT, mas nenhum torcedor compareceu ao local.

No domingo, torcedores tentaram invadir a rampa de entrada dos ônibus das delegações do estádio, que dá acesso aos vestiários. Vários torcedores ainda ficaram de lado de fora da arena à espera da saída dos jogadores. O ônibus, no entanto, só deixou o estádio quase duas horas depois do jogo e sob escolta policial.