O Inter viveu uma sexta-feira (31) tensa em Porto Alegre. Cerca de 60 torcedores colorados compareceram ao Beira-Rio para protestarem contra a má fase da equipe, que está há quatro jogos sem ganhar e foi derrotada pelo Coritiba, quarta-feira, fora da casa. No retorno à capital gaúcha, na quinta, Kleber bateu boca com um torcedor e agravou a situação.

Já sabendo do risco de protesto, que estava sendo organizado por redes sociais, o Internacional mudou o local do treino desta sexta-feira do CT do Parque Gigante para o gramado principal do Beira-Rio, acreditando que ali estaria em segurança.

Mas os torcedores furaram a barreira e conseguiram chegar à beira do gramado, gritando palavras de ordem contra o presidente Giovanni Luigi e cobrando mais garra da equipe que perdeu o Gre-Nal de domingo em pleno Beira-Rio. Mas eles não chegaram a encontrar os jogadores, que ainda estavam nos vestiários. Durante o protesto, os torcedores tiram agredido repórteres que cobriam a manifestação.