Às vésperas de decidir o título da Supercopa da Espanha diante do Barcelona, no estádio Camp Nou, o técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, reforçou o coro de todo o planeta: Quer ver Neymar e Messi jogando juntos. Apesar dos danos que tal escalação pode causar a sua equipe, o treinador argentino disse que prima pelo bom futebol.

"Espero que Neymar e Messi joguem juntos nesta quarta-feira. Seria bom para os torcedores. O Barcelona tem muitos bons jogadores e o treinador é quem decide, mas tenho certeza que enfrentaremos o melhor Barça", disse Simeone, em entrevista coletiva concedida antes da partida.

No jogo de ida da decisão, disputado no estádio Vicente Calderón, em Madri, empate por 1 a 1. David Villa abriu o placar para os "Colchoneros" no primeiro tempo, e Neymar, vindo do banco de reservas, igualou para os Blaugranas na segunda etapa. Na ocasião, Messi foi substiuído ainda no intervalo, com dores na coxa, e novamente, não atuou ao lado do brasileiro. Apesar do apelo popular, o treinador do Barcelona, Tata Martino, não confirmou que ambos serão titulares no jogo de volta, nesta quarta.

O que se sabe, porém é que, com a igualdade por 1 a 1 no primeiro jogo, o Barcelona pode até empatar sem gols no duelo da volta, no Campo Nou, para faturar o primeiro título da temporada espanhola.

Não só, mas também por causa disto, o comandante do Atlético admitiu que o favoritismo é dos catalães. "Eles são melhores que a gente. O normal é que tenham mais domínio, mais chances de gol... Mas são 90 minutos e vamos nos preparar para fazer a melhor partida possível para sermos campeões", completou.

Barcelona e Atlético de Madrid se enfrentam nesta quarta-feira, às 18 horas (de Brasília), no estádio Camp Nou, na Catalunha, pelo jogo da volta da Supercopa da Espanha. O título, disputado no início de todas as temporadas espanholas, confronta os campeões da liga e copa nacionais do ano anterior.