Um desafio de 3,5 quilômetros de natação; 180 quilômetros de ciclismo e uma maratona (42.195m). Coisa para homens de ferro. Caso do mineiro Thiago Vinhal, que pela oitava vez encara o Ironman Brasil, domingo, em Florianópolis – a etapa verde e amarela do circuito internacional classificatório para o Ironman do Havaí, a mais tradicional prova do triatlo, objetivo do competidor.

"Sou muito grato a tudo o que passei, pois hoje tenho a oportunidade de viver meu sonho no mundial pela terceira vez, o último não saiu como eu gostaria, mas isso só me dá mais motivação para me dedicar e melhorar a cada dia", destaca o triatleta, orientado por Frank Jakobsen, conhecido por treinar os melhores atletas do mundo na modalidade.