Calor escaldante, cena forte e resultado frustrante. Assim podemos definir o empate sem gols entre América x Guarani, em jogo disputado às 11h deste sábado (04), na Arena Independência, no dia em que os termômetros na capital mineira devem atingir máxima de 38 graus, a maior temperatura do ano.

Precisando vencer para seguir na cola do pelotão de frente da Série B do Campeonato Brasileiro, o alviverde comandado pelo técnico Lisca ditou o ritmo da partida no primeiro tempo, quando pressionou o Bugre incansavelmente, sempre esbarrando no goleiro Gabriel Mesquita, estreante do dia. Além disso, foram outras duas bolas na trave.

No finalzinho dos 45 minutos iniciais, o meia Alanzinho, do Guarani, protagonizou a cena mais forte do duelo. Ao tentar travar um chute de Léo Passos, o jogador do time de Campinas acabou fraturando a perna e, levado imediatamente a um hospital de BH, passará por cirurgia ainda neste sábado.

Na segunda etapa, o Guarani conseguiu equilibrar as ações e, em determinado momento, chegou a ser superior. Contudo, nenhuma das duas equipes conseguiram ser efetivas o suficiente na hora das finalizações. Este 0 a 0, inclusive, é o terceiro consecutivo do América na competição; antes, já havia empatado com CRB e Chapecoense pelo mesmo placar.

Acumulando 4 partidas sem triunfar, o Coelho agora encara o Vitória, no Barradão. O duelo será na próxima terça-feira (6) e está marcado para às 19h15. Com 20 pontos, por enquanto, o América está na quinta colocação.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA 0 X 0 GUARANI

Árbitro: Adriano Barros Carneiro (CE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira(CE) e Renan Aguiar da Costa (CE)
Cartões amarelos: Anderson Jesus(AME), Lucas Abreu(AME)

América: Matheus Cavichioli, Diego Ferreira, Messias, Anderson Jesus e Sávio; Zé Ricardo, Juninho(Geovane, aos 24'-2ºT), Alê(Marcelo Toscano, aos 40'-2ºT)' e Felipe Azevedo(Neto Berola, aos 14'-2ºT); Léo Passos(Guilherme, aos 16'-2ºT) e Ademir(Felipe Augusto, aos 24'-2ºT). Técnico: Lisca.

Guarani: Gabriel, Cristóvam, Wálber, Didi e Erick Daltro; Murilo Rangel (Deivid, aos 15'-2ºT)), Arthur Rezende(Lucas Abreu, aos 15'-2ºT)), Lucas Crispim, Bruno Sávio(Alan, aos 20'-1ºT)-(Giovanny-intervalo), Waguininho; Rafael Cost(Renanzinho, aos 5'-2ºT). Técnico: Ricardo Catalá