Menos de duas semanas após a morte de Diego Maradona, a Argentina perdeu outro importante nome da história do futebol no país.

Faleceu nesta terça-feira (8) o ex-técnico Alejandro Sabella, conhecido no Brasil por ter conquistado a Copa Libertadores de 2009, em uma final disputada contra o Cruzeiro.

Cinco anos depois, o treinador levou a seleção de seu país ao vice-campeonato da Copa do Mundo, também em solo brasileiro.

De acordo com a imprensa argentina, Sabella, que tinha 66 anos, sofria de uma grave doença cardíaca desde de 2015, e morreu nesta terça, em Buenos Aires, vítima de uma infecção hospitalar.

O Galo, inclusive, lamentou o falecimento do treinador, em publicação nas redes sociais (Confira abaixo). 

Carreira

Além das passagens recentes, Alejandro Sabella teve outros momentos de sua carreira vinculados ao Brasil.

Como jogador do River Plate, Sabella esteve em campo nos três jogos da final da Libertadores de 1976, que acabou com o título do Cruzeiro, vencedor de duas das três partidas.

Anos depois, ainda vestiu a camisa do Grêmio, conquistando o bicampeonato Gaúcho, em 1985  e 1986, e o troféu Cidade Palma de Mallorca, em 1985.

Em 2005, como auxiliar do técnico Daniel Passarela, teve uma rápida passagem pelo Corinthians. 

Já no comando da seleção argentina, o treinador escolheu a Cidade do Galo como local de preparação para o time de Messi e companhia, em 2014.

Na época, o comandante elogiou a estrutura do centro de treinamento do Galo, afirmando que fez a melhor escolha para o local que receberia os astros da equipe albiceleste.

Veja outras manifestações de pesar pela morte de Alejandro Sabella: