Apenas seis meses depois de ter sido contratado pelo Manchester United, Victor Valdés pode estar próximo de encerrar de forma precoce a sua jornada como jogador do clube. O goleiro espanhol entrou em rota de colisão com o técnico Louis van Gaal, que na última quarta-feira (15), nos Estados Unidos, surpreendeu ao acusar o atleta de se recusar a atuar pelos suplentes da equipe inglesa.

A suposta atitude do jogador, segundo o treinador holandês, motivou a sua exclusão da excursão que o clube inglês realiza em solo norte-americano neste período de pré-temporada europeia. "Valdés não foi selecionado porque ele não segue nossa filosofia. Não há lugar para jogadores assim. Por exemplo, na última temporada ele se recusou a jogar no segundo time. Quando você não quer seguir os princípios da filosofia, então há apenas uma saída: ir embora", avisou.

Em janeiro, o ex-goleiro do Barcelona assinou um contrato de 18 meses com o Manchester, então para ser o reserva imediato do seu compatriota David
De Gea. Na época, o jogador se recuperava de uma séria lesão no joelho, fato que só permitiu que atuasse pela primeira vez pelo time em 17 de maio, quando entrou na equipe para substituir o titular logo após o mesmo se machucar em clássico diante do Arsenal.

Fora da excursão aos Estados Unidos, Valdés resolveu se manifestar nesta quinta-feira, por meio de sua página no Twitter, para rebater de forma cifrada as declarações dadas por Van Gaal no dia anterior. Ele postou a palavra "respect" (respeito), que veio depois de reticências e um ponto de interrogação, assim como publicou quatro fotos, lembrando de partidas do time sub-21 do Manchester. Em uma delas, aparece sorrindo nos vestiários ao lado dos companheiros da equipe de base do clube inglês.

Valdés, de 33 anos, vinha alimentando a esperança de se tornar o novo titular do gol do Manchester depois de passar a maior parte do primeiro semestre deste ano na reserva. E essa esperança se tornou ainda maior com a possibilidade de David de Gea ser contratado pelo Real Madrid, que poderia adquirir o goleiro para substituir o ídolo Casillas, mais novo reforço do Porto.

Van Gaal, entretanto, mostrou já não contar mais com Valdés como opção para o gol ao falar que o atleta agiu com "falta de profissionalismo" e "má atitude". A imprensa espanhola, inclusive, já especula a possibilidade de o goleiro voltar a atuar em seu país na próxima temporada do futebol europeu. O diário Sport publicou que ele já negocia sua possível transferência por empréstimo ao Valencia. O Real Madrid, que acaba de perder Casillas, também poderia ser um destino para o goleiro, mas a sua grande identificação com o Barcelona é um fator que poderia inviabilizar o negócio.