O Atlético encara o Tombense neste sábado, às 16h30, no Mineirão, no jogo de volta da semifinal do Campeonato Mineiro, para formalizar a classificação à sua 15ª decisão consecutiva da competição, um recorde considerando-se os 11 estaduais que contam com clubes que disputarão a Série A do Campeonato Brasileiro nesta temporada de 2021.

Os 3 a 0 aplicados pelo Galo na partida de ida contra o Gavião Carcará, no último sábado, no Independência, deixam o time do técnico Cuca podendo perder por até três gols de diferença no Gigante da Pampulha, pois os atleticanos jogam a semifinal em vantagem por terem feito a melhor campanha da fase classificatória.

Nos 11 campeonatos estaduais que contam com pelo menos um time na Primeira Divisão do Brasileirão, depois do Atlético, o maior número de participações em decisões nas últimas 14 temporadas pertence ao Bahia.

O tricolor baiano decidiu o título em seu estado 13 vezes a partir de 2007. Ficou fora da final apenas em 2011, quando outro Bahia, o de Feira de Santana, conquistou a única taça do interior no período superando o Vitória.

Depois, neste ranking de participação em finais, aparecem o Sport e Goiás, com 12 decisões nos campeonatos de Pernambuco e Goiás, respectivamente, isso a partir da temporada de 2007, quando o Galo.

Atlético

No ano passado, diante do Tombense, o Atlético conquistou seu sétimo título mineiro desde 2007

Títulos

Nas 14 decisões seguidas do Módulo I já disputadas pelo Atlético, numa série iniciada em 2007, ele venceu sete (2007, 2010, 2012, 2013, 2015, 2017 e 2020).

Neste aspecto, o recorde não é atleticano, pois três clubes levantaram a taça em seus respectivos estaduais por oito vezes no período entre 2007 e 2020. Assim, o Galo terá de secar esses “concorrentes” em 2021.

No Rio de Janeiro, o Flamengo foi campeão em 2007, 2008, 2009, 2011, 2014, 2017, 2019 e 2020. Agora, vive situação igual a do Atlético nas semifinais de 2021, pois fez 3 a 0 sobre o Volta Redonda no jogo de ida e está praticamente garantido na final contra Fluminense ou Portuguesa.

No Rio Grande do Sul, o Internacional também levantou a taça oito vezes a partir de 2007, com essa marca tendo a maior sequência de títulos seguidos entre os 11 estaduais analisados.

Entre 2011 e 2016, o Colorado foi hexacampeão gaúcho. Antes, tinha sido bi em 2008 e 2009. Nos últimos quatro anos, o time do Beira-Rio passou em branco.

Outro clube a conseguir oito taças, a partir de 2007, num estadual que conta com pelo menos um clube na Série A do Brasileirão de 2021, é o Fortaleza.

O tricolor cearense tem um tetracampeonato, de 2007 a 2010, e dois bi, em 2015/2016 e 2019/2020.

Flamengo

Gabriel e a oitava taça estadual do Flamengo desde 2007