Dois jogos seguidos sem vitória amenizaram a expectativa da torcida vascaína pela briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores. A cinco posições do G-6, o time carioca deve voltar suas atenções nas próximas semanas a somar os pontos suficientes para se garantir na primeira divisão.

"Estamos trabalhando para conseguir mais seis, sete pontos", admite o técnico Vanderlei Luxemburgo, ao apontar o principal foco vascaíno. Trata-se da pontuação necessária para alcançar os 45, considerado o suficiente para escapar do rebaixamento, ameaça que vem assustando o clube de São Januário nos últimos anos.

A torcida vascaína chegou a sonhar com a vaga na Libertadores nas últimas semanas em razão da boa sequência do time, que chegou a figurar na lanterna e obteve forte ascensão na tabela após a chegada de Luxemburgo.

Por essa razão, o nome do treinador vem sendo a principal referência nas arquibancadas. "Legal o torcedor reconhecer o meu trabalho, mas o nome do time precisa ser um jogador. Precisamos ter grandes jogadores para ver um Vasco forte. Temos uma equipe se qualidade, mas estamos distante daquilo que queremos", comenta Luxemburgo.

Ele garante não pensar ainda na próxima temporada. Suas atenções seguem voltadas para a permanência da equipe na primeira divisão. "Pensando em 2020? Ainda não conseguimos concluir nossa etapa em 2019. Não vejo sentar e pensar em 2020."

Luxemburgo reforçou sua meta de seguir na Série A ao citar o clássico da próxima rodada, com o Fluminense, como um "confronto direto". O tricolor está apenas uma posiçã acima da zona do rebaixamento.

"No sábado é um confronto direto. Um clássico. Dois times do Rio de Janeiro. Estamos um pouco mais na frente. Já falei para os jogadores após o jogo para tirar esse jogo das costas e pensar no próximo", disse, após a derrota por 3 a 1 para o Grêmio, de virada, em São Januário.


Leia mais:
Cruzeiro tenta diante do Botafogo encerrar seu jejum carioca pelo Brasileirão
Para sair do lugar: Depois do fracasso na 28ª rodada, Atlético e Cruzeiro buscam evolução
Jovem de R$ 444 milhões, Tailson se inspira em Neymar para brilhar no Santos