A fraca campanha no Campeonato Brasileiro da Série B faz com que o Cruzeiro chegue à penúltima rodada da competição com chances, ainda que remotas, de rebaixamento à Terceira Divisão.

O empate de 1 a 1 com o Sampaio Corrêa na última quinta-feira (18), no Castelão, em São Luís, pela 37ª rodada, deixou a Raposa com 47 pontos, na 11ª colocação.

Com seis pontos de vantagem sobre o Londrina, primeiro time do Z-4, e restando mais dois jogos para os demais 18 clubes da Segundona, o time celeste tem apenas 0,002% de probabilidade de queda. O cálculo é do site Probabilidades no Futebol, desenvolvido pelo Departamento de Matemática da UFMG.

Combinações

Apenas uma derrota no encerramento da Série B, diante do Náutico, no Mineirão, e uma improvável combinação de resultados, jogaria a equipe estrelada para o grupo dos quatro últimos.

Entretanto, basta que aconteça um entre dois resultados possíveis em jogos marcados para esta sexta (19), para que os comandados pelo técnico Vanderlei Luxemburgo cheguem ao fim de semana livres de qualquer risco de rebaixamento.

No primeiro deles, basta que o Remo, 16º colocado, com 41 pontos, não vença o Vasco, às 19h, em São Januário.

Em caso de triunfo do time paraense, outra combinação que livra a Raposa definitivamente do Z-4, ainda nesta sexta, é a derrota ou o empate do Londrina diante do Vila Nova, no estádio OBA, em Goiânia.

Ainda assim, caso os placares desta sexta não favoreçam a equipe estrelada, uma derrota da Ponte Preta, 15ª colocada, com 43 pontos, para o Confiança-SE, em Aracaju, zera qualquer probabilidade de queda do Cruzeiro antes da derradeira rodada do campeonato.

Leia mais
Luxemburgo exige agilidade da diretoria do Cruzeiro para se livrar de transfer ban imposto pela Fifa
Com o 1 a 1 no Maranhão, Cruzeiro chega ao seu 17º empate na Série B do Brasileiro
Jogadores do Cruzeiro entram em campo com camisas com os dizeres 'risque o racismo'