Na terceira etapa, em julho, as duas categorias dividiram os boxes e as atenções com o Turismo Nacional. Neste fim de semana, o Mineiro de Marcas e Pilotos e a Copa Classic voltam a ser as atrações principais no Circuito dos Cristais, em Curvelo.

A disputa para os carros de turismo, divididos nas categorias 1.4 e 1.6 (com subdivisões A e B) se concentra no sábado, com três sessões de treinos livres (às 8h), a tomada de tempos e as quatro corridas, a partir das 13h25.

O sistema de disputa é dinâmico e prevê as provas disputadas aos pares. Assim que recebem a bandeirada na primeira e na terceira, os carros se mantêm na reta dos boxes, as seis primeiras posições são invertidas no grid e os sinais vermelhos se apagam para a seguinte.

Na 1.4A, o favoritismo fica com Felipe Rabello, que vem de três vitórias na terceira etapa com o GM Celta 38 da equipe Cimini Racing. Nos últimos dois anos, ele foi destaque representando o Brasil na Nascar Euro Series mas, diante da dificuldade em conseguir novos apoiadores, preferiu concentrar esforços para um retorno à categoria em 2020. Outros nomes fortes são os de Thiago Tambasco – que lidera o Turismo Nacional na classe 2A – e Flávio Costa.

O maior equilíbrio está na classe 1.4B, que ajudou a revelar vários estreantes, especialmente pilotos da região. Thiago Mourthé, Léo Lucas e João Neto têm se alternado nos primeiros lugares. Na 1.6, a atração é a presença de Gustavo Mascarenhas, que aproveita a ocasião para testar seu Fiat Uno, pensando no restante da temporada do Turismo Nacional (lidera a Super). Seu pai, Cássio Perácio, compete com um Palio.

Clássicos
A Classic Cup tem visto o grid crescer a cada etapa, com novos carros e pilotos. Gastando pouco, é possível se divertir com as máquinas praticamente sem preparação (exceção feita aos itens de segurança obrigatórios).

Desta vez, Renato Dias, Paulo Bernardes (ambos de Chevette) e Flávio Neuenschwander (Fiat 147) se juntam a um pelotão que conta ainda com modelos como Puma, Bianco, Fusca, Uno, Passat, Voyage. A única exigência é de que tenham sido fabricados até 1989. Os carros são divididos nas categorias 1.6 Light (com preparação reduzida) e Super e 2.0 Super. Treinos oficiais e as duas corridas serão disputadas domingo.

Leia mais sobre automobilismo e motociclismo no site Racemotor (https://www.racemotor.com.br)

 

RÁPIDAS

TAÇA MINAS GERAIS DE KART COMEÇA

COM BONS PEGAS E GRIDS NUMEROSOS

Se o primeiro semestre foi de Campeonato Mineiro de Kart, o segundo, tradicionalmente, é da Taça Minas Gerais. Que começou no RBC Racing, em Vespasiano, com uma rodada dupla marcada por bons pegas e grids numerosos em todas as categorias – ao todo, foram 65 pilotos em ação. Na Cadete, vitórias de Miguel Máximo e Heitor Vasconcelos. Enzo Azevedo levou as duas na Mirim (de 6 a 8 anos). Outra que fez bonito em dose dupla foi Helena Melo, na F-4 Júnior, assim como Bolívar Andrade (F-4 Rookie) e Lucas Seixas (F-4 Sênior). A Super Kart Indoor (karts de aluguel) teve as corridas vencidas por Cacau Nunes e Joanes Gouvêa. Entre os karts com motores dois tempos, André Novaes levou na Super Sprinter e Luca Neuenschwander na Júnior Menor. Houve ainda a corrida de formatura de mais uma turma do projeto Piloto do Futuro, com Luiz Gustavo Abreu à frente de Rafael Schmitberge e Bernardo Gonçalves.A competição prossegue em 21 de setembro, mais uma vez no RBC Racing.

MAIS UM PÓDIO PARA RAFA MATOS

NA TRANS-AM SERIES NORTE-AMERICANA

Brigando pelo bicampeonato da tradicional Trans-Am Series, nos Estados Unidos (classe TA2), o mineiro Rafa Matos voltou ao pódio. Desta vez, na sétima etapa da temporada, em Mid-Ohio.

Depois de largar na pole, o piloto de Belo Horizonte, com o Chevrolet Camaro da equipe 3D Dimensional/Coleman, enfrentou problemas nos pneus que limitaram seu desempenho nas primeiras voltas e impediram a resistência a Marc Miller, que venceu, e Scott Lagasse Jr., segundo colocado. A prova contou com vários pilotos da Xfinity Series, divisão de acesso da Nascar, que competiu no mesmo traçado no evento.

Com duas vitórias na temporada (Sebring e Road Atlanta) e sem disputar a etapa de Laguna Seca, Rafa ocupa o terceiro lugar no campeonato, com 155 pontos. Miller lidera com 216, e cinco etapas restando. O próximo desafio será já no dia 24 em Road America (Wisconsin), seguido pelas corridas em Watkins Glen, Virginia International Raceway, Circuit of Americas, em Austin, e Daytona.

ENDURO DA INDEPENDÊNCIA ANUNCIA

NOVIDADES E ORDEM DE LARGADA

A mais tradicional prova do motociclismo brasileiro chega à 37ª edição com novidades. A começar pelo percurso. O Enduro da Independência vai ligar, de 4 a 7 de setembro, Ubatuba (SP) a Lavras, passando por Itajubá e Caxambu, com o slogan “Do Mar às Montanhas”. Outra inovação está na nomenclatura das categorias, que muda para facilitar a compreensão do público. A Master, que reúne os mais experientes, passa a se chamar Elite; a Sênior se transforma em Graduados e a Júnior ganha a denominação de Intermediária. Na segunda-feira, um sorteio definiu a ordem de largada para o primeiro dia da competição. Na Elite, o primeiro a encarar as trilhas é o atual tricampeão brasileiro e líder do campeonato deste ano, o capixaba Jomar Grecco (O2BH Yamaha). Logo em seguida partirá o lavrense Tunico Maciel (Honda Racing) – ambos vencedores do Independência.