Mais de 200 pilotos de 15 estados e do Distrito Federal divididos em 15 categorias, encarando uma sequência de treinos, tomadas de tempo, classificatórias e finais. Em resumo, kart da melhor qualidade praticamente sem pausas até sábado na pista do RBC Racing, em Vespasiano.

O circuito da Grande BH foi escolhido para a vigésima edição da Copa Brasil, a principal competição do kart nacional no segundo semestre. Em ação, desde as promessas da Mirim (acima de sete anos) até os nomes mais que experientes das categorias Sênior (A/B/Super/Super Master). E títulos de sobra nas mais diversas categorias.

A delegação dos donos da casa é a mais numerosa (mais de 50 pilotos) e com vários candidatos a ocupar os degraus do pódio, mas não terão trajetória fácil diante de feras como o carioca Olin Galli (Graduados), que vem da décima posição no Mundial da Suécia ou do multicampeão André Nicastro. A Graduados, aliás, é palco de uma disputa à parte, com vagas para os três primeiros na final da Seletiva Petrobras, que oferece aos melhores premiação em dinheiro e testes em equipes de fórmula e turismo. Objetivo do mineiro Gabriel Paturle, que se enquadra na idade limite (15 a 20). Já para Lucas Nogueira, o foco é mesmo a briga pelo título.

Duas categorias agrupam os karts com os novos motores Iame 175cc semelhantes aos usados na Europa. Na Codasur Júnior, Lucas Staico, Ayrton Gil e o vice-campeão brasileiro João Matos encaram os “estrangeiros”. Lucas e Gabriel também estão na OK Internacional, assim como Andherson Abreu, várias vezes campeão mineiro, de volta às competições.

Retornos
Ele não é o único representante “das antigas” entre o grupo de mineiros que aceleram em casa. Na Sênior A, um dos destaques passou um bom tempo afastado das pistas para cuidar dos negócios da família, mas se rendeu de novo à paixão pela velocidade. Tetracampeão brasileiro de kart, campeão sul-americano de Fórmula 3 e com passagem pelo Inglês da categoria, Clemente Faria Júnior tem levado a sério o novo desafio – venceu o Open Minas, preparatório para a Copa Brasil.

Outro que resolveu voltar à antiga paixão é Wellington Valente Júnior, também inscrito na Sênior A.

A programação de pista foi iniciada terça-feira e prosseguindo ontem, com, ao todo oito sessões livres de treinos por categoria. Hoje, depois de um rápido aquecimento, acontecem as tomadas de tempos que definirão o grid para a primeira das duas classificatórias, que já começam para seis categorias. Amanhã o dia será dedicado apenas às baterias que apontarão as posições de largada da final, sábado, a partir das 9h25.

* Leia mais notícias de automobilismo e motociclismo no site Racemotor, (www.racemotor.com.br).

 

RÁPIDAS

BOAS DISPUTAS NA SEGUNDA ETAPA DO

MINEIRO DE MARCAS EM CURVELO

Mais uma vez as máquinas do Mineiro de Marcas rasgaram o asfalto do Circuito dos Cristais, em Curvelo, para a segunda etapa da competição. Na categoria 1.6A, dupla vitória de Gustavo Mascarenhas (atual bicampeão), com o Uno da equipe Curvel Fast Racing. O mesmo aconteceu na 1.4A, em que o ex-campeão mineiro e paulista Wanderson Freitas, em sua primeira corrida com o GM Celta da equipe Cimini Racing, recebeu a bandeirada na frente nas duas baterias – na primeira, levou a melhor em uma disputa acirrada com Felipe Rabello (representante brasileiro na Nascar Euro Series) e Flávio Costa. As vitórias na 1.6B ficaram, respectivamente, com Tiago Escobar e Diego Pereira, que dividem a condução do VW Gol 177. Leo Lucas foi o melhor na 1.4B em ambas as provas. A competição prossegue dia 28, na preliminar da Copa Truck.

CORRIDAS MOVIMENTADAS TAMBÉM

NA ABERTURA DO CAMPEONATO DA CLASSIC

Ao lado das disputas do Marcas, a turma da Classic Cup movimentou o sábado no Circuito dos Cristais, abrindo um campeonato marcado pelo clima de camaradagem e solidariedade fora da pista, e muita diversão dentro dela. De ‘velhinhos’, os carros da categoria mostraram ter só a data de fabricação, já que o desempenho foi bastante forte. Na primeira corrida, a vitória na categoria de 1.6 a 2.0 ficou com o Puma de Guilherme Fubá, com o Fusca de Henrique Bartels levando a melhor na categoria até 1.6. Na segunda prova, o Passat 57 de Guilherme Lacerda deu show e cruzou a linha em primeiro (classificação geral e até 2.0), com Davidson Géa vencendo entre os inscritos na 1.6.

INGRESSOS À VENDA PARA A ETAPA DA

COPA TRUCK NO CIRCUITO DOS CRISTAIS

Está chegando a hora de os pesados mostrarem seu espetáculo na etapa de Curvelo da Copa Truck, que definirá o campeão da Copa Sudeste da categoria. As entradas para acompanhar as duas corridas, no dia 28, estão à venda no endereço eletrônico http://copatruck.com.br/ingressos-curvelo/, com preços que variam dos R$ 40 (arquibancada Nação Truck, com boné e visitação aos boxes no dia 27) aos R$ 220 (camarote com alimentação e bebidas incluídas e visita aos boxes nos dois dias do evento. A liderança da Copa Sudeste (um dos quatro minitorneios em que se divide a competição) é do paulista Roberval Andrade (Scania), que venceu as duas corridas em Interlagos.