Vice-presidente de futebol do Atlético e diretor jurídico do clube, Lásaro Cândido usou o perfil pessoal no Twitter para opinar sobre a arbitragem de Wagner do Nascimento Magalhães, que comandou o duelo contra o Santos, nesta quarta-feira (9).

De acordo com o dirigente atleticano, a atuação foi "bizarra" e a CBF receberá um protesto formal dos mineiros ainda nesta quinta (10).

"Um dia após aquele jogo trágico contra o Santos, estou vindo para colocar algumas questões. Este árbitro é o mesmo que apitou o primeiro jogo da final de 2019 (Mineiro), em que ele não deu um pênalti. Foi chamado para o VAR e não quis ir. Ontem, ele cometeu uma série de erros bizarros. Cartões amarelos que ele não aplicou isonomia. No lance da expulsão, que é complicado, ele foi lá ver o VAR. Ele estava de frente para o lance e usou o lance como segunda instância, descumprindo protocolos claramente", desabafou Lásaro.

"Faremos uma reclamação. Por incrível que pareça, ele é arbitro Fifa. Estou no Atllético há 12 anos e tenho que assistir isso. Os clubes precisam pensar numa ligar urgentemente", finalizou.

Para tirar os atleticanos mais do sério ainda, Wagner do Nascimento se equivocou ao relatar a expulsão do goleiro aos 15 minutos do primeiro tempo. Ao invés de escrever o nome de Rafael, ele colocou o de Victor, substituto imediato.