Uma vitória neste domingo (1) sobre o Corinthians, às 18h, no Independência, praticamente livra o Atlético de um fantasma que rondou as últimas rodadas: a possibilidade de descer para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.
 
Se levarmos em consideração os 45 pontos, número apontado pelos matemáticos como a marca para fugir do descenso, o Galo só precisa de três pontos. Daí ser importante garantir a vitória contra o alvinegro paulista.
 
O pé atrás do torcedor é a campanha atual do time, que não vence há quatro partidas. Foram três empates (Cruzeiro, Fluminense e Bahia) e uma derrota (Athletico-PR). Dos 12 pontos disputados, conquistou três.
 
No primeiro turno, o Corinthians, que ainda briga por uma vaga direta na Copa Libertadores, venceu por 1 a 0, em jogo no Itaquerão. O Galo fez bom jogo, mas, nos minutos finais, o goleiro Cleiton fez uma péssima saída de bola com os pés, entregando de bandeja para Gustavo marcar.
 
O jogo marca a volta do Atlético ao Independência, após um mês mandando as partidas para o Mineirão. O último jogo no Horto foi na derrota por 2 a 0 para a Chapecoense. De lá para cá, foram dois confrontos: vitória diante do Goiás, por 2 a 0, e derrota para o Atlhetico-PR, por 1 a 0.
 
Em busca destes três pontos, o Galo terá a volta de jogadores experientes como Elias e Chará. O primeiro volta de contusão (lesão muscular na coxa direita) e tem chances de retornar ao meio-campo titular, ao lado de Zé Welison, outro que estará à disposição, após cumprir suspensão.
 
Luan, que atuou como volante diante do Bahia, pode voltar à posição de origem, jogando pelos lados do campo, no lugar de Marquinhos.
 
ATLÉTICO X CORINTHIANS
ATLÉTICO: Cleiton, Patric, Réver, Igor Rabello, Fabio Santos, Zé Welison, Elias, Cazares, Luan, Otero e Di Santo. Técnico: Vagner Mancini.
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Carlos Augusto ;Gabriel e Júnior Urso; Janderson, Mateus Vital (Pedrinho) e Clayson; Boselli. Técnico: Dyego Coelho
LOCAL: Independência
HORÁRIO: 18h