COELHOVIT

 

Vitória. Concidentemente, o nome do adversário de hoje para o América, na 36ª rodada da Série B do Brasileiro, mas também o resultado desejado e necessário na partida das 17h, no Independência.

Depois de fazer bonito fora de casa e superar em sequência Londrina e Cuiabá, o Coelho tem a missão de voltar a somar os três pontos em seus domínios. O que não ocorre há exato um mês. Após superar o Vila Nova por 2 a 0, vieram o empate sem gols com a Ponte Preta e a derrota por 2 a 0 para o Paraná.

Resultados que não podem ser lamentados numa campanha em que o time deixou a lanterna para retomar o sonho da volta à Série A. Mas que não podem ser repetir nesta reta final. De nada adiantam os tropeços dos rivais se mais três pontos não caírem na conta nesta sexta de feriado.

“Temos que jogar para vencer as três partidas e jogar a batata quente para os adversários. A gente conversou bastante sobre os vacilos cometidos nas últimas partidas em casa, também teve o mérito dos adversários, mas sabemos que não podem se repetir. O que nós precisamos é mostrar a força que nos trouxe da lanterna até aqui”, destaca o volante Willian Maranhão.

A expectativa é por uma boa presença do torcedor com a promoção feita pela diretoria, de ingressos a R$ 5, gratuidade para as primeiras mil mulheres e crianças e o acesso franqueado a convidados dos participantes do programa de fidelidade Onda Verde.

Matheusinho foi relacionado e, salvo surpresas de última hora, começa jogando – Geovane é opção para a posição.

No rubro-negro baiano a partida também tem importância especial. Uma vitória asseguraria a presença na Série B em meio a uma temporada conturbada e marcada pela presença constante nas últimas posições. O técnico Geninho não conta com seus dois laterais titulares: Van e Thiago Carleto (ex-América) cumprem suspensão. Já o volante Rodrigo Andrade não foi liberado pelo departamento médico do clube baiano.

AMÉRICA x VITÓRIA
Série B do Brasileiro: 36ª rodada

AMÉRICA
Airton; Leandro Silva, Lucas Kal, Ricardo Silva e João Paulo; Juninho, Willian Maranhão, Zé Ricardo e Diego Ferreira; Matheusinho (Geovane) e Júnior Viçosa
Técnico: Felipe Conceição

VITÓRIA
Martín Rodriguez; Capa, Éverton Sena e Matheus Rocha; Léo Gomes, Lucas Cândido, Chiquinho e Felipe Garcia; Anselmo Ramon e Wesley
Técnico: Geninho

Horário: 17h

Local: Independência

Arbitragem: Thiago Duarte Peixoto, auxiliado por Daniel Luís Marques e Daniel Paulo Ziolli (todos de São Paulo).

Transmissão: Premiere