Titular debaixo das traves do Coimbra em todas as rodadas do Campeonato Mineiro até agora, o goleiro Glaycon segue treinando em casa há mais de um mês. Apesar de estar ciente de que o isolamento social é fundamental neste momento de pandemia do novo coronavírus, ele lamenta que a paralisação do calendário do futebol tenha ocorrido no melhor momento de sua equipe no Estadual.

O time de Contagem havia conquistado sua primeira vitória na competição, sobre o Cruzeiro, por 1 a 0, no Independência, no dia 15 de março. Na briga contra o rebaixamento, o Coimbra enfrentaria ainda o Tombense, no Horto, e o Villa Nova, no Castor Cifuentes.

“Cheguei no clube há dois anos, e conseguimos dois acessos. Meu maior sonho era jogar a divisão de elite pelo Coimbra. Esperamos que a gente consiga terminar o campeonato bem. Tínhamos conseguido uma vitória muito importante para nossas pretensões no torneio e talvez poderíamos ter dado uma arrancada depois daquele jogo. Infelizmente a paralisação ocorreu no nosso melhor momento. Não sabemos como vai ser, mas esperamos que tudo volte bem depois dessa parada”, afirmou Glaycon.

Enquanto isso, ele segue a rotina de atividades físicas em casa. “Está sendo um pouco difícil porque nunca tinha ficado esse tempo todo sem jogar. Como está tudo fechado fica complicado de fazer exercícios. Mas felizmente conseguimos um espaço para fazer os treinamentos com um profissional da área”, comentou o goleiro.

Glaycon