A vitória por 1 a 0 sobre o Emelec, do Equador, nessa quarta-feira (3), em Guyaquil, manteve o Cruzeiro com 100% de aproveitamento na Copa Libertadores. 

O triunfo no estádio George Capwell foi o terceiro consecutivo da equipe comandada pelo técnico Mano Menezes, no grupo B do principal torneio do continente. 

Nas duas primeiras rodadas da competição, a Raposa havia vencido o Huracán, da Argentina, por 1 a 0, em Buenos Aires, e o Deportivo Lara, da Venezuela, no Mineirão. 

O time celeste não vencia os três primeiros jogos da fase de grupos da Libertadores desde 2001. Na ocasião, então comandado por Felipão, o Cruzeiro venceu o Sporting Cristal, do Peru por 1 a 0, em Lima, o próprio Emelec por 2 a 0, no Mineirão, e o Olímpia, do Paraguai por 4 a 3, em Assunção. 

Na sequência do campeonato, a Raposa avançou até as quartas de final, quando foi eliminada nos pênaltis, para o Palmeiras, no Mineirão. 

Em 2008, a equipe estrelada venceu os quatro primeiros jogos na principal competição do continente, mas os dois primeiros duelos foram válidos pela Pré-Libertadores, com o Cerro Porteño, do Paraguai. 

Classificação encaminhada

O triunfo contra a equipe equatoriana deixa o time comandado pelo técnico Mano Menezes disparado na ponta da chave, com nove pontos. O vice-líder é o Deportivo Lara, que tem quatro pontos, seguido pelo Emelec, que tem dois pontos, e pelo Huracán que soma apenas um ponto até o momento.

Na próxima quarta-feira, o Cruzeiro recebe o Huracán, às 19h15, no Mineirão, podendo já garantir matematicamente a vagas nas oitavas de final.