Em busca da reabilitação no Campeonato Mineiro, o Cruzeiro tem duas mudanças certas no time que vai iniciar o jogo diante do Tombense, na próxima quinta-feira (1º), às 16h, no Mineirão, pela 6ª rodada do Estadual. Expulsos na derrota para o América, no último domingo, o lateral-esquerdo Matheus Pereira e o zagueiro Eduardo Brock vão cumprir a suspensão no confronto com o Gavião Carcará.

A ausência de Pereira, inclusive, vai gerar mudanças em dois setores, em relação ao time que iniciou jogando contra o Coelho. Improvisado no meio-campo no clássico, Alan Ruschel, único lateral-esquerdo de ofício à disposição para o próximo jogo, deve voltar à posição original. Na zaga, Manoel, recuperado de incômodo muscular, é o mais cotado para retornar ao time e formar dupla com Ramon. 

Concorrência

Com a vaga de principal armador da equipe aberta novamente, dois jogadores aparecem como principais candidatos a ganhar uma nova oportunidade. Alternando entre o banco de reservas e o onze inicial, Marcinho e Claudinho ainda não conseguiram apresentar atuações convincentes neste início de temporada.

O primeiro foi titular em três jogos, entrou no decorrer dos outros três, e marcou um gol, na vitória da Raposa por 2 a 0 sobre a URT, pela 3ª rodada do Mineiro. Já Claudinho teve a chance de iniciar jogando duas vezes, e foi acionado em três partidas pelo técnico Felipe Conceição. Ainda sem balançar as redes, contribuiu com uma assistência até o momento.

Alternativa

Sem os meias de ofício convencerem, o comandante da equipe estrelada pode continuar a buscar alternativas no elenco, assim como fez com a mudança de posição de Ruschel no último jogo.

Nesse cenário, quem poderia exercer essa função de principal articulador de jogadas é o atacante Rafael Sóbis. Com um início de ano discreto, Sóbis, autor de um passe para gol no Estadual, perdeu a posição de titular para Marcelo Moreno nos dois últimos jogos.

Entretanto, o experiente jogador, de 35 anos, pode encontrar uma vaga no time justamente no meio-campo. A qualidade técnica, aliada a visão de jogo e o bom passe fizeram com que o jogador já fosse experimentado no setor em outras ocasiões, durante os jogos.

Com a necessidade de o time celeste melhorar o poderio ofensivo, pouco efetivo até então, com apenas cinco gols em seis jogos, colocam Rafael Sóbis como candidato a ganhar uma posição no onze inicial.

Outro postulante a um lugar no time, mas correndo por fora neste momento, é o jovem Marco Antônio.

Destaque na categoria de base do time celeste, cercado de grande expectativa de parte do torcedor celeste, o meia de 20 anos voltou a treinar com o restante do elenco em março, após passar seis meses em processo de fortalecimento muscular.

Alçado ao time principal no ano passado, soma sete jogos pela Raposa, nenhum sob o comando da atual comissão técnica.

Com essa interrogação no meio-campo, o Cruzeiro, quinto colocado, com sete pontos, busca o triunfo sobre o Tombense para tentar voltar ao G-4 do Campeonato Mineiro.