Assim como já tinha anunciado a ATP em relação aos homens, a WTA confirmou oficialmente que o torneio olímpico de tênis feminino dos Jogos do Rio-2016 não irá valer pontos para o ranking mundial. Por meio de nota em seu site, a entidade não alega os motivos para esta decisão, que difere da adotada na Olimpíada de 2012, em Londres, onde a disputa valeu pontuação para a listagem.

Os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, também valeram pontos para o ranking da WTA, e é inegável que a ausência da distribuição de pontuação tira um pouco do peso da disputa olímpica do tênis no Rio-2016, embora o evento deva contar com a maior parte das principais estrelas da modalidade.

A ATP acabou não adotando pontuação para esta edição da Olimpíada por não conseguir entrar em acordo com a Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês), que é detentora dos direitos da Copa Davis e da disputa da modalidade nos Jogos Olímpicos. A ATP queria uma quantia financeira como recompensa para os torneios do calendário que se julgassem prejudicados pela ausência de tenistas que optarem por participar da Olimpíada na capital carioca.

Uma outra novidade do torneio de tênis da Olimpíada do Rio será o fim do último set longo. Ou seja, ocorrerá a disputa do tie-break em caso de empate por 6 a 6 em games na parcial derradeira de uma partida decidida apenas no terceiro set. As disputas do tênis nos Jogos de 2016 irão ocorrer entre os dias 6 e 14 de agosto.